Globo defende Luciano Huck de polêmica: "Contra violência"

Globo defende Luciano Huck de polêmica: "Contra violência"

Tudo começou porque o apresentador anunciou em suas contas no Twitter e Facebook um novo quadro do "Caldeirão do Huck".

Luciano Huck está sendo acusado nas redes sociais de promover o turismo sexual. Tudo começou porque o apresentador anunciou em suas contas no Twitter e Facebook um novo quadro do "Caldeirão do Huck". Na atração, que deverá seguir o modelo do "Namoro na TV", brasileiras irão conhecer estrangeiros que estão no Brasil para então formarem casais.

"Carioca? Solteira? Louca para encontrar um príncipe encantado entre os "gringos" que estão invadindo o Rio de Janeiro durante a Copa? Chegou a sua hora... Mande fotos e por quê você quer um gringo "sob medida"", escreveu Huck no Facebook.

Por causa da polêmica gerada, ele apagou o post, mas deixou o anúncio no Twitter. Os seguidores do apresentador não perdoaram. "Oferece sua mulher para os gringos. Ela vai de táxi", ironizou um. "Será que ele gostaria que a filha dele participasse disso?", questionou outro. "Luciano Huck, o cafetão do Brasil", polemizou um terceiro.

Procurado por Purepeople, o departamento de comunicação da TV Globo se manifestou sobre a polêmica através de uma nota oficial. "O apresentador Luciano Huck, assim como toda a equipe de seu programa, é contra qualquer tipo de violência e sempre apoiou campanhas contra a exploração sexual de mulheres", esclarece a emissora.

"A mensagem postada nas redes sociais de Luciano Huck se refere a um quadro já produzido outras vezes pelo "Caldeirão" e por outros programas com o intuito de promover o encontro entre pessoas, sejam elas brasileiras ou não. A nova edição do quadro é um projeto em estudo, que sequer está em produção, assim como outras iniciativas internas do programa".

Fonte: Pure People