Homem que tentou vender irmã é condenado

Wright foi condenado após se declarar culpado de crimes de imigração e falso testemunho

Um inglês que tentou vender a irmã para um casamento falso como parte de um esquema de imigração ilegal foi condenado nesta terça-feira a quatro anos de prisão na cidade de Reading, no sul da Grã-Bretanha.

Michael Wright, de 22 anos, tentou vender a irmã, que sofre de deficiências de aprendizado, por 8 mil libras (cerca de R$ 23 mil) ao imigrante chinês Ligang Qiao para que, ao se casar com a inglesa, ele conseguisse residência.

Wright foi condenado após se declarar culpado de crimes de imigração e falso testemunho.

O "falso" noivo e outros dois chineses também foram presos por envolvimento no caso. Eles serão deportados após o cumprimento das penas.

Esquema

Wright e Ligang foram presos na cerimônia do casamento falso no último dia 20 de agosto.

Eles se conheceram quando trabalhavam na mesma lanchonete, na região de Reading.

Os dois, ao lado dos chineses Bing Liu e da namorada de Bing, Li Fan, tramaram o casamento falso entre Ligang e a irmã de Wright.

O esquema foi descoberto por funcionários do cartório de Reading, onde o casamento foi registrado, que alertaram a agência de imigração e a polícia.

Durante o julgamento, foi revelado ainda que Wright já havia se casado com Li Fan por 4 mil libras (cerca de R$ 11,5 mil).

Ligang, o falso noivo, foi condenado a 15 meses de prisão. Li Fan pegou 18 meses e Bing, 24 meses.

"Desprezível"

O detetive Andy Cummins, da UK Border Agency, agência que controla as fronteiras do país, descreveu o esquema como "um crime desprezível".

"Michael Wright tentou explorar um membro da própria família para seu ganho financeiro. O motivo dele foi apenas ambição", disse Cummins.

De acordo com Becky Owen, da Promotoria Britânica, as sentenças "refletem a seriedade dos esquemas orquestrados por Wright e pelos outros ofensores".

"Juntos, eles enganaram as autoridades para permitir que cidadãos chineses residam no Reino Unido ilegalmente", disse.

"No caso de Wright, a vítima dele foi extremamente vulnerável, e suas ações demonstram uma preferência por lucro financeiro em vez do bem-estar da irmã", afirmou.

Ela está sendo cuidada por assistentes sociais. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br