Humorista do "Casseta & Planeta" critica Danilo Gentili

Danilo Gentili poderá responder na Justiça uma ação pública de iniciativa do Ministério Público

O bafafá a respeito da piada, supostamente preconceituosa, feita pelo repórter do programa CQC Danilo Gentili na internet não para de render. Na noite dessa quarta-feira (29) foi a vez do humorista Hélio de la Peña, do Casseta & Planeta, criticar o texto escrito por Gentili. "Não tenho problemas com piadas de qualquer natureza, desde que elas sejam engraçadas. Não foi o caso. Quando a piada é boa, não cria constrangimento", postou de La Peña no seu blog pessoal.

Na crítica, o integrante do programa da TV Globo foi além: "No caso, ela me incomodou porque faz um paralelo do gorila com um jogador. Mas não qualquer jogador e sim um jogador preto. Afinal, a graça estaria aí". Porém, ponderou: "Acho exagero imolar o humorista em praça pública. Processo é bobagem. Danilo não apontou o dedo na cara de nenhum preto e disse "olha aqui, seu macaco". Ele fez uma piada, quem não gostou expôs sua opinião. Eu não gostei. E só."

Danilo Gentili não demorou a rebater a crítica e postou no perfil que mantém no site de mini-blogs Twitter um link para uma cópia de uma suposta segunda edição do jornal Almanaque Casseta Popular, que era editado pelos comediantes que hoje compõem a turma do Casseta & Planeta Urgente. No jornal copiado por Gentili há uma página inteira de piadas "pesadas" sobre pretos.

O gaúcho, Rafinha Bastos, que também faz parte da equipe do CQC, saiu em defesa do colega de programa. "O Gentili fez piada de preto e o Hélio de la Peña não gostou. Devo parar de rir das piadas velhas de gaúcho que o "Casseta" faz?", perguntou no perfil do Twitter.

Entenda o caso

Danilo Gentili poderá responder na Justiça uma ação pública de iniciativa do Ministério Público de São Paulo por ter postado no mini-blog que mantém no site Twitter, na madrugada do sábado(25), uma mensagem que dizia: "Agora, no Telecine, o filme "King Kong", um macaco que, depois de ir para a cidade e ficar famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é "Jogador de futebol?""

Apenas 11 minutos depois do post onde compara um jogador de futebol com o King Kong, Gentili fez uma nova publicação: "Alguém pode me dar uma explicação razoável porque posso chamar gay de veado, gordo de baleia, branco de lagartixa, mas nunca um negro de macaco?"

Mais tarde, escreveu uma nova nota tentando se eximir da responsabilidade do que publicou: "Reparem: na piada do "King Kong" não disse a cor do jogador. Disse que loira saiu com o cara porque é famoso. A cabeça de vocês que tem preconceito."

Fonte: Terra, www.terra.com.br