Jogador Roberto Carlos diz que não deu o cano em Raul Gil

Segundo o apresentador, Roberto Carlos quis comprar sua mansão em Itu por R$ 2,5 milhões

O jogador Roberto Carlos, atualmente no Fenerbahce da Turquia, procurou o R7, por meio de sua assessoria de imprensa, para jurar que jamais deu o cano no apresentador Raul Gil, que está processando o campeão da Copa de 2002 na Justiça por conta da venda de uma mansão em Itu (SP).

Na versão que Raul Gil apresentará à Justiça, Roberto Carlos quis comprar sua mansão em Itu por R$ 2,5 milhões, morou no lugar por dois meses, desistiu da compra e deixou o imóvel sem pagar um centavo sequer.

Raul Gil até entrou com processo, exigindo o pagamento de R$ 250 mil pelo uso do imóvel.



Já a versão do jogador Roberto Carlos é diferente. Segundo o esportista, ele assinou, em 30 de junho de 2008, um contrato de compra do imóvel de Raul Gil por R$ 2,5 milhões em quatro vezes fixas sem reajuste. Ele garante ter feito o pagamento de R$ 50 mil no ato da compra, como um sinal.

Carlos diz que o acordo previa que Raul Gil lhe entregasse os documentos da mansão em 30 dias, coisa que não aconteceu, segundo ele. Por isso, ele afirma ter "ficado inseguro? para realizar o negócio. O jogador diz que sua advogada tem guardado todos os documentos que comprovam o pagamento do sinal.

Ainda segundo o relato de Roberto Carlos ao R7, no dia 17 de setembro de 2009, ele ?comunicou por escrito? a Raul Gil que não faria mais a compra. O esportista jura que ?nunca morou na casa do apresentador? e que só não comprou a tal mansão porque a documentação apresentada por Raul Gil "era irregular?. Segundo Roberto Carlos, caso ele fizesse o negócio, teria ?enormes prejuízos?.

A reportagem do R7 contou para a assessoria de Raul Gil tudo o que Roberto Carlos alegou e perguntou se o apresentador da Band quer fazer algum comentário a respeito. Até o momento, Raul Gil não se manifestou.

Fonte: R7, www.r7.com