José de Abreu fala sobre declaração polêmica: "sou bi"

José de Abreu fala sobre declaração polêmica: "sou bi"

O ator afirmou nessa quarta-feira que gosta de se relacionar sexualmente tanto com pessoas do sexo masculino quanto do feminino.

Após dizer seu bissexual, José de abreu falou nesta quinta-feira (10) sobre a repercussão da declaração que fez ontem em seu Twitter: "Pobre país onde uma declaração óbvia sobre sexualidade tem maior repercussão que uma denúncia de compra de acusações de Valério contra Lula", postou na rede social.

O ator afirmou nessa quarta-feira que gosta de se relacionar sexualmente tanto com pessoas do sexo masculino quanto do feminino. "Posso escolher quem eu beijo? Quando quero beijar uma pessoa não peço atestado de preferência sexual, só depende de ela querer", escreveu o ator de 68 anos.

Um dos artistas globais mais ativos no Twitter, meio que usa principalmente para difundir ideias políticas e debater com seus quase 70 mil seguidores, Abreu discutiu longamente o assunto, se mostrando avesso a rótulos e classificando como "o suprasumo da caretice dividir o mundo entre gays e não gays. "Ninguém me ensinou a amar assim. Aprendi a amar na Igreja", prosseguiu. "Eu me relaciono com pessoas, não com rótulos: gay, homo, hetero, sexualidade, sexualismo, to "andando". Se há amor ou tesão, foi."

"Eu prefiro o que me dá prazer. E prefiro ter a preferência do que deixá-la nas mãos da natureza ou de Deus. Mas eu sou assim, ué! Tenho que ser igual aos outros? Tem dias que prefiro homens, tem dias que prefiro mulheres. Tenho que mudar?"

O assunto começou a ser debatido depois de Abreu reclamar publicamente por ter sido vítima de assédio de um fã - que teria tentado beijá-lo à força - e passado a ser alvo de críticas de seus seguidores. O ator foi acusado de ser homofóbico e abriu uma longa discussão sobre sexualidade e direitos legais de quem possui perfis falsos em redes sociais. "Um gay bêbado tentando beijar um homem na marra é o quê? Nada? Gay pode tudo?", vociferou. "Quero saber se posso ter opção! Tenho que beijar um bêbado que invade minha individualidade só porque ele é gay?"

Abreu ainda exemplificou sua relação com homossexuais e disse que chegou a viver com um casal gay em 1975, ao lado de sua mulher e de seus dois filhos. "Em 1989 me apaixonei por uma bi. Ficamos juntos e resolvemos tentar. Durou 9 anos nossa relação. Seu último namoro tinha sido uma mulher", ainda revelou.

O papel mais recente do ator na televisão foi como o desbocado Nilo em Avenida Brasil.

Fonte: Terra