Jovem se comunica apenas pelo olhar após AVC

Jovem se comunica apenas pelo olhar após AVC

Família diz que Mia era saudável até aquela noite em que sofreu o AVC e não mais se mexeu

A foto ao lado mostra uma bonita jovem curtindo as férias de verão. É a inglesa Mia Austin, de 21 anos, antes de ser atingida por uma doença que mudou completamente sua vida e as de seus familiares e namorado.

Mia hoje está internada no hospital Arrowe Park, em Wirral (noroeste da Inglaterra), e só consegue se comunicar pelo movimento dos olhos. Após um AVC (acidente vascular cerebral) em novembro, ela nunca mais conseguiu mexer nenhuma parte de seu corpo, exceto os olhos.

A família diz que Mia era saudável até aquela noite de novembro, em que acordou, sofreu o AVC e não mais se mexeu. Os médicos dizem que não esperavam que ela sobrevivesse. Quando eles se preparavam para desligar o aparelho que a mantinha viva no hospital, Mia abriu os olhos. Só então os médicos perceberam que ela podia ver, ouvir e pensar. O olhar de Mia a salvou.

A jovem sofre da Síndrome do Encarceramento. Ela está aprendendo a se comunicar com o movimento dos olhos. Para dizer ?sim?, ela os move para cima. Para dizer ?não?, move-os para baixo.

A história de Mia, contada hoje no site do jornal inglês Daily Mail, é semelhante à do jornalista e escritor francês Jean-Dominique Bauby (1952-1997), retratado no filme O Escafandro e a Borboleta, de 2007 (baseado no livro que Bauby escreveu, após o AVC que o deixou paralisado).

Mia diz à família que quer ir para casa. Os pais, Rick e Carol, o irmão Sam (de 24 anos) e o namorado Richard Williams também esperam que ela possa ser tratada fora do hospital.

Fonte: g1, www.g1.com.br