Justiça da Itália aceita julgamento imediato de Silvio Berlusconi

Justiça da Itália aceita julgamento imediato de Silvio Berlusconi

Premiê é acusado por prostituição de menor e abuso de poder.

A juíza Cristina Di Censo, do Tribunal de Milão, decidiu nesta terça-feira (15) aceitar o pedido da promotoria e julgar imediatamente o premiê Silvio Berlusconi no "Rubygate", em que ele é acusado de prostituição de menor e de abuso de poder.

A informação foi divulgada pela imprensa italiana, citando fontes judiciais.

O julgamento, pela via do "processo acelerado", deve começar em 6 de abril no Tribunal de Milão, no qual Berlusconi tem pendentes outros dois processos.

Berlusconi será julgado por supostamente ter pago pelos serviços sexuais de Ruby, apelido da jovem marroquina Karima el-Mahrung, quando ela era menor de idade, entre fevereiro e maio de 2010, e pela intervenção com a polícia de Milão para que ela fosse libertada, depois que ela foi detida por roubo na noite de 27 de maio.

A decisão ocorre em meio a crescentes protestos pela renúncia do premiê.

Os advogados do primeiro-ministro disseram que a decisão "era esperada".

O premiê nega as acusações e diz que elas se tratam de um complô para arruina-lo politicamente.

Fonte: g1, www.g1.com.br