Justin Bieber enche Morumbi pela segunda vez e torce o joelho

Justin Bieber enche Morumbi pela segunda vez e torce o joelho

Repertório repetido "não importa porque é ele ali", explica fã.

Até o atraso do show da noite deste domingo (09) foi o mesmo da noite anterior - exatamente 20 minutos. O cantor canadense Justin Bieber encheu o Morumbi pela segunda vez para o que foi praticamente uma repetição de sua primeira apresentação na cidade.

Até o discurso de agradecimento aos fãs que esperaram o dia todo sob chuva foi igual. As poucas diferenças ficaram por conta da troca do cover de "Heartless", de Kanye West, pelo de "Trust Issues", do cantor Drake, e o acréscimo da canção natalina "Mistletoe" no bis. O público não teve surpresas, mas o cantor sofreu um imprevisto: durante a apresentação, machucou o joelho.

A lesão passou praticamente despercebida para quem estava assistindo. Logo depois, no entanto, Justin revelou em seu Twitter que fez parte do show machucado: "Torci feio meu joelho, mas segui em frente".

Fã vai aos dois shows

A ausência de grandes mudanças é mais norma do que exceção em grandes turnês do pop - coisa de quem sabe que tem um produto concreto que precisa entregar para seu público. O G1 acompanhou o show ao lado de uma ferrenha fã de Bieber. Bruna Garavatti, 12, foi aos dois shows do cantor em São Paulo. Na primeira noite, assistiu da arquibancada. Na segunda, da pista premium. Os dois dias, segundo ela, estão "entre os melhores de minha vida". A segunda noite vence a primeira por um motivo bem objetivo: "Deu para ver ele de pertinho". Perguntada sobre a falta de novidades, Bruna explicou que existem outras prioridades: "isso não importa, porque é ele ali". Na verdade, ela diz, mudar alguma coisa seria muito arriscado. "Não gostaria que ele cantasse músicas que não conheço". Pior ainda se, como no Rio, a namorada Selena Gomez subisse no palco. "Deus me livre!".

Então ele cantou as mesmas. Voltou a mostrar por que se destacou soltando a voz sem falhas no pequeno set acústico. Teve a mesma voz escondida por batidas e coreografias e recursos sonoros em quase todo o resto. Perguntou se havia solteiras na plateia. Disse que nunca viu tantas mulheres lindas. Mandou recado com "Never Say Never". Trouxe a casa abaixo com o megahit "Baby".

Fonte: g1, www.g1.com.br