Bieber fecha o ano com prêmio Bambi e sem filho "bastardo"

Bieber atacou por várias frentes em sua carreira

Ser uma estrela da música aos 17 anos de idade não deve ser fácil, principalmente se sua carreira começou ainda mais cedo, aos 13 anos. Do jovem precoce que se mostrava um promissor músico para o artista que vendeu milhões de discos e colocou várias músicas entre as mais executadas foram apenas quatro anos.

Justin Bieber ainda é muito jovem, mas já é cobrado e acompanhado como se tivesse uma carreira amadurecida. E 2011 foi o ano em que ele resolveu, tanto na vida pessoal como na profissional (já diria o Faustão), dar o seu segundo passo, primeiro em direção à vida adulta.

Como outros dessa geração que conquistam as crianças e adolescentes nos últimos cinco anos, Bieber atacou por várias frentes em sua carreira, com clipes, canções, atuações e até mesmo um documentário sobre a sua carreira. Em fevereiro deste ano o cantor lançou "Justin Bieber: Never Say Never", documentário musical em 3D (!) que arrecadou quase US$ 30 milhões em bilheteria no fim de semana de estreia nos Estados Unidos.

Em junho do mesmo ano ficou em segundo lugar na lista de celebridades abaixo dos 30 anos mais bem pagas no mundo. No ranking criado pela revista "Forbes", Bieber figurou atrás apenas de Lady Gaga, e faturou nos 12 meses anteriores a lista cerca de US$ 53 milhões. Ele também recebeu prêmio como o Bambi Awards.

Dois meses depois, Bieber anunciou que, depois de dois anos se mantendo no topo às custas dos álbuns "My World" e "My World 2.0", iria lançar seu segundo disco de inéditas, "Under the Mistletoe", em novembro de 2011.

Obviamente, enquanto lançava filme, álbum de remixes e vídeos no YouTube, Justin Bieber não deixava de rodar o mundo com suas turnês. E, finalmente, o jovem resolveu dar às caras por terras brasileiras, fazendo apresentações em São Paulo, no Rio e em Porto Alegre no início de outubro.

E coube ao público do Brasil o privilégio de escutar a primeira canção do novo álbum do cantor: "Mistletoe". Bieber apresentou a nova música no show do dia 5 de outubro, no Engenhão, Rio de Janeiro.

Aliás, no Brasil, o adolescente ainda teve de passar por uma rápida peregrinação pelos programas de televisão. Além de ser entrevistado por Xuxa e Luciano Huck, Bieber gravou uma chamada para o Teleton.

Em 1º de novembro, o cantor finalmente lançou seu segundo álbum, que atingiu o topo das paradas nos Estados Unidos, Canadá, México e Brasil.

Vida pessoal

Com uma mãe sempre preocupada em manter a imagem de "bom moço", mesmo porque o grande público do cantor são as crianças e adolescentes, Justin Bieber nunca esteve envolvido em grandes escândalos ou visto em situações constrangedoras. Em 2011 foi um pouco diferente.

A primeira mudança foi a saída do time dos solteiros. Num relacionamento que já tinha rumores desde 2010, Bieber finalmente assumiu o namoro com a cantora Selena Gomez, 19. Foram tantas fotos tiradas dos dois em momentos românticos que a presença da dupla como um casal na festa do Oscar, serviu apenas para confirmar os boatos que algumas fãs tanto temiam.

O namoro causou a primeira polêmica do jovem. Ao sair de um restaurante em Los Angeles na companhia de Selena, Bieber se irritou com os fotógrafos e mostrou o dedo do meio. Pouco tempo depois, o cantor pediu desculpas.

Outro momento de adolescente de Justin Bieber foi a hora de comprar um carro. Ele transformou seu cadillac em uma homenagem ao bat-móvel e chegou a ser parado mais de uma vez pela polícia.

Mas nenhuma crise foi tão grave quanto o susto que Bieber passou no fim de novembro. Mariah Yeater, 20, alegou que seu bebê de três meses era filho do cantor. A jovem dizia ainda que teria feito sexo com ele no backstage de um show em Los Angeles.

Desde o início o cantor negou o fato e se propôs a realizar o teste de paternidade para provar o contrário. Vendo que o golpe não deu muito certo, duas semanas depois, Mariah retirou o processo. Ele, porém, quer dar continuidade à ação e processar a jovem por difamação.

Com a vida mais calma, Bieber tem relaxado em diversos lugares do mundo na companhia de Selena e se prepara para lançar o álbum "Believe" em junho de 2012.


Justin Bieber fecha o ano com prêmio Bambi e sem filho

Fonte: F5