Leilão em Paris terá 700 fotos inéditas de Michael Jackson

Leilão em Paris terá 700 fotos inéditas de Michael Jackson

Fotografias de Arno Bani foram feitas para o álbum "Invincible"

Mantidas em segredo desde 1999, essas imagens feitas pelo francês Arno Bani colocam em cena quatro "looks" e ambientes escolhidos em comum acordo para a performance artística pelo fotógrafo e o astro.

A coletânea de fotos será enviada aos compradores na noite de segunda-feira (13) pela casa Pierre Bergé & associados.

Desde sua morte, Michael Jackson suscita um interesse nas salas de venda: um retrato realizado por Andy Warhol foi vendido em Nova York por 812.500 dólares, uma luva por 350 mil dólares, um chapéu e sapatos por 22.800 libras.

Arno Bani e o leiloeiro decidiram não fixar preço de reserva, deixando um lance inicial de mil euros para cada uma das 12 fotos originais e 500 euros para as pequenas tiragens e os negativos.

Invencível

Michael Jackson foi seduzido por uma fotografia de Arno Bani, publicada no final dos anos 90 na capa do suplemento "Style" do Sunday Times. "Ele me procurou. Queria uma nova imagem para o albúm "Invincible". Nós nos entendemos imediatamente. Mal conseguia acreditar, eu, um mero francês, descoberto pelo superstar!", contou Arno Bani.

"Marcamos um encontro para a uma sessão de três dias em Paris em julho de 99. Para sua segurança, escolhi um armazém na periferia sul, no maior segredo. Sua comitiva até exigiu o planejamento de um heliporto provisório em caso de problema", explicou o fotógrafo.

"Ele me disse: "me faça sonhar". Eu preparei para ele quatro "looks". Ele queria, sobretudo, apurar o lado "too much". Ele era como uma criança: eu lhe mostrei um tecido bordado por François Lesage (da alta-costura francesa) que ele iria vestir. Ele ficou fascinado. Até aceitou que cortassemos seu cabelo", acrescentou à AFP Arno Bani.

Entusiasmado pelo resultado, Michael Jackson aprovou todas as fotos, mas a estrela, no entanto, não conseguiu a aceitação de sua gravadora Sony Music, que impôs de última hora um outro fotógrafo, deixando o trabalho de Arno Bani engavetado por muito tempo.

"Me perguntei por anos o que faria com essas fotos, até esquecer delas. Após a morte de Michael, decidi que os fãs deveriam vê-las. Sabia que eles iriam adorar", disse.

Essa sessão de fotos excepcional acaba de ser lançada em livro, por a partir de 19,90 euros, segundo a vontade do fotógrafo e sua editora (Chêne/Hachette), para os fãs menos afortunados do cantor.

"Esta é a primeira vez que um catálogo é vendido em livrarias em escala internacional. Um catálogo clássico limitado aos leiloeiros teria impedido a difusão popular destas fotos", destacou Frédéric Chambre, o leiloeiro.

Uma edição de colecionador em formato grande com quatro impressões prateadas, custando mil euros, também será vendida. Serão 2.009 exemplares, referindo-se ao ano em que Michael Jackson morreu.

Fonte: Globo, www.globo.com