Luciano explica internação no programa do Jô: "Tomei uísque e remédio para dormir"

Luciano explica internação no programa do Jô: "Tomei uísque e remédio para dormir"

Zezé e Luciano abriram a gravação cantando "No Dia em que saí de casa",

Zezé di Camargo e Luciano foram ao programa do Jô Soares nesta terça, dia 1º, mostrar que estão numa boa após a crise da semana passada. Durante a entrevista, o irmão mais novo contou que foi internado após a briga porque tomou um porre de "uísque e remédio para dormir" e não tomou o potássio necessário com seu diurético. Recuperado, disse que "não vai se separar de jeito nenhum" de Zezé.

"Não vamos parar de jeito nenhum"

Zezé e Luciano abriram a gravação cantando "No Dia em que saí de casa", música que ficou famosa na trilha sonora de "Dois filhos de Francisco", filme que conta como Mirosmar e Welson se tornaram uma das maiores duplas sertanejas do Brasil.

Piadista, Jô começou a conversa dizendo que ia fazer dois blocos: "Um com Zezé e um com Luciano". E depois fez um clipe com a música "O Portão", de Roberto Carlos, que ganhou versão recente de Zezé, cujo refrão é: "Eu voltei, agora é para ficar".

Luciano, então, começou a contar o que se passou nos bastidores do show de Curitiba da quinta, 27. "Naquele dia, infelizmente, eu discuti e eu saí. O Zezé nem acreditou que eu tinha saído do teatro (Guaíra, onde rolou o show)." Zezé emendou: "Faltavam cinco minutos para começar o show."

O mais novo dos irmãos seguiu então contado o episódio: "Aí eu voltei, ainda estava no ímpeto da discussão. Falei naquele momento que não queria mais cantar, que ia cumprir todos nossos compromissos até o mês de março. Ali eu expressei a minha opinião. Eu estava certo de que eu queria fazer isso. Peguei de surpresa meu irmão e o Brasil todo."

Zezé revelou que quase caiu de costas quando ouviu as palavras do irmão no palco. "Tivemos esse desentendimento no camarim e não achei que fosse ter consequências. Cantei as duas primeiras músicas e não sei como saiu a voz. Quando eu relaxei, na quinta música, ele entrou e falou tudo aquilo", contou a primeira voz.

Luciano, então, declarou aquilo que os fãs estavam doidos para ouvir: "Não vamos parar de jeito nenhum!". A plateia do Jô foi ao delírio e aplaudiu loucamente. "Mas vou fazer um contrato com o Zezé que diz: "por favor, Zezé, não me faça mais chorar"".

A verdade sobre a internação de Luciano

Pela primeira vez, Luciano detalhou o que o levou a ser internado na manhã de sexta, 28, em Curitiba. "Tenho uma certa dificuldade para urinar. Tomo um diurético duas vezes por mês. Já estava p... da vida e falei: "quer saber, vou tomar um porre". Abri uma garrafa de uísque, tomei esse uísque e um remédio para dormir. Posso falar o nome? É aquele rivotril (calmante). Não tome aquilo, viu gente."

"A única coisa que eu lembro foi a minha mulher (Flávia) perguntando o que eu tomei. Só que esse remédio tem que tomar com potássio junto e eu não tomei, foi aí que tive uma arritmia"





Fonte: EGO