Madona vai construir escola para crianças carentes

No Maláui, Madonna deve participar de uma cerimônia no local de construção do colégio

A cantora de música pop Madonna chegou neste domingo ao Maláui (África oriental), com objetivo de visitar as obras do colégio que está construindo para a população pobre, no país em que ela adotou duas crianças. A informação partiu de um funcionário da organização humanitária mantida pela artista na região e que falou sob condição de anonimato. A celebridade de 51 anos estava acompanhada por suas quatro crianças, suas filhas Lourdes e Mercy, e os filhos Rocco e David.

No Maláui, Madonna deve participar de uma cerimônia no local de construção do colégio, exclusivo para meninas, amanhã, detalhou a mesma fonte. A escola, que se chamará Raising Malawi Academy for Girls, deve fornecer "uma educação de alta qualidade" para meninas vindas de famílias pobres, afirmou ainda esse funcionário.

A pedra fundamental da construção, perto da capital administrativa do Maláui, Lilongüe, será colocada na segunda-feira. O projeto, que custará alguns milhões de dólares, é semelhante ao da escola para meninas inaugurada na África do Sul pela apresentadora de televisão americana Oprah Winfrey, segundo a mesma fonte.

Com sua fundação, a "Raising Malawi", Madonna construiu um orfanato ultramoderno em Mchinji. Em 2006, em sua primeira visita ao orfanato, conheceu David Banda, a quem adotou depois. Este ano, adotou uma menina, Mercy, apesar da grande oposição de organizações não governamentais que trabalham na região.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br