Mãe amarra própria filha para evitar que ela use crack

Mãe amarra própria filha para evitar que ela use crack

Ainda de acordo com a família, a mulher já foi internada várias vezes, mas sempre tem recaídas

A mãe de uma usuária de crack amarrou a filha para evitar que ela usasse droga, em Careaçu, no sul de Minas Gerais. Os pés e as mãos da dependente foram atados à cama. Segundo a família, a mulher tem 31 anos e há oito começou a fumar crack. A mãe conta que a filha fica agressiva por causa da falta da droga.

Ainda de acordo com a família, a mulher já foi internada várias vezes, mas sempre tem recaídas. O secretário de saúde da cidade, Francisco Carlos Cintra, conseguiu uma vaga de internação em uma clínica integrada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o secretário, o tratamento começa nesta quarta-feira (6).



Fonte: g1, www.g1.com.br