Mãe de BBB Newton diz que ele é muito mulherengo

Os indícios de que o gaúcho é mesmo um cara atirado começaram na última quarta-feira

Desde que entrou na casa do Big Brother Brasil na última terça-feira, o participante Newton, do Rio Grande do Sul, mostrou-se um cara discreto. Para a mãe, Eloísa Siqueira, esse comportamento não deve durar muito tempo. "Eu acho que ele ainda está observando. Tenho quase certeza que vai rolar um clima ali dentro porque ele é muito mulherengo, não vai agüentar ficar sem dar uma paquerada", denuncia.

Os indícios de que o gaúcho é mesmo um cara atirado começaram na última quarta-feira, quando contou aos colegas da casa que dançava para dezenas de mulheres nas boates que se apresentava, chegando a dar limão na boca delas. A mãe lembra que ele ficou noivo por um período, mas acabou desmanchando o compromisso após alguns problemas no relacionamento. Segundo ela, isso aconteceu bem antes dele ter sido selecionado para o programa.

"O Newton sempre quis participar do BBB. Essa foi a terceira vez que ele se inscreveu. Na vez anterior ele tinha ido a entrevistas, entrado pro projeto de seleção. Mas foi no último dia 5 de janeiro que o pessoal da Globo chegou aqui em casa e o "resgatou"", disse.

Pelo menos por enquanto, Eloísa não quer citar suas garotas preferidas do reality show para ter como nora: "eu acho que todas ali são muito queridas e bonitas", pondera. No entanto, ela aposta que Michelle deve conquistar o coração do filho. "Ela é muito bonita. Eu apostaria nela, mas é complicado falar por ele. Acho que ele está sentindo quem está na dele. A loirinha, Ana Carolina, também tem chances, já que ela disse que ele é lindo."

Para assistir o programa, Eloísa adquiriu o canal 24 horas da TV à cabo, mas lamenta não poder ver o filho todo o tempo. Trabalhando em uma clínica de estética, ela não consegue deixar os clientes de lado.

A mãe comentou também que a torcida de Newton não fica só no Rio Grande do Sul. Ela já recebeu telefonemas, e-mails e mensagens em comunidades de pessoas que estão no Japão, Austrália e Estados Unidos. "Eu estou impressionada, tem muito mais gente torcendo por ele do que eu imaginava. A gente recebe faixas, camisetas, é muito legal", empolga-se.

Fonte: Terra, www.terra.com.br