RJ:Filho diz que vai tirar a pensão de Cristina Mortágua

RJ:Filho diz que vai tirar a pensão de Cristina Mortágua

Rapaz disse que está magoado com a mãe e não volta a morar com ela

A primeira noite de Cristina Mortagua, após deixar a prisão, ainda é um mistério. Em sua casa, na Zona Oeste do Rio, ela não está. Cogita-se que a ex-modelo, presa durante dois dias por agressão à uma delegada e desacato à polícia, tenha ido para outro local, ao deixar a Polinter de Magé.

A ex-modelo, que foi libertada na tarde de ontem por determinação da juiza ana Luiza Coimbra Mayon Nogueira, da 21ª Vara Criminal do Rio, acatando o pedido do advogado Sylvio Guerra, ainda terá que se acertar com o filho. Alexandre Mortágua está muito magoado com ela e, nesta quinta (10), descobriu que teve sua conta bancária bloqueada.

?Acabei de sair do banco e não consegui movimentar a minha conta. Vou ver certinho com meus advogados o que posso fazer, mas a minha pensão, a minha mãe não mexe mais. Ela não tem mais a minha guarda?, disse ele a O Fuxico, acrescentando ainda que vai falar com os advogados do pai para que encontrem uma forma de a pensão chegar direto às mãos dele e não da mãe.

Alexandre disse ainda que falou com o pai, o ex-jogador Edmundo, rapidamente e tem mantido contato com os advogados do jogador.

?Falei com ele segunda-feira (7), da delegacia, ele disse que se eu precisasse, ele estaria por perto."

O rapaz está morando em Niterói, na casa da avó materna, e não tem mais a menor intenção de voltar a viver com Cristina.

"Depois de dizer que eu sou um drogado, viciado em crack e faço orgias, em rede nacional, acabou, eu não quero. Ela precisa de tratamento e de trabalho?, concluiu.

Um grupo ativista homossexual, indignado com a manifestação homofóbica da ex-modelo, também pretende processá-la por homofobia.

Segundo seu advogado, Sylvio Guerra, Cristina responderá o processo de desacato, resistência à prisão e agressão , movidos pela delegada da 16ª DP (Barra da Tijuca), em liberdade.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br