Maria Cecília e Rodolfo: "não tínhamos dinheiro para nada"

Dupla se apresenta em Campo Grande e fala sobre carreira, mudanças na vida e casamento

De estudantes de Zootecnia a ídolos sertanejos. Assim foi a rápida transformação de Maria Cecília e Rodolfo. Universitários, eles se juntaram pelo amor à música em 2007 e, em quatro anos, já dominaram as paradas de sucesso. Período curto para um meio onde diversas duplas estouram quase que diariamente. Mas tempo suficiente para a dupla conquistar diversas metas materiais.

?Éramos universitários. Estamos colhendo muito mais do que esperávamos?, afirmou Maria Cecília na noite da última sexta-feira (26), quando se apresentou em mais uma edição do Duelo dos Gigantes, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Cidade natal da cantora e local onde se conheceram. E é por lá que eles pretendem continuar morando. ?Compramos um terrenos aqui em Campo Grande e vamos construir uma casa. Antes, não tínhamos dinheiro para nada?, afirmou Maria Cecília. ?Nem para um pastel?, completou Rodolfo.



Além de parceiros no palco, Maria Cecília e Rodolfo formam um casal na vida real e em 24 de outubro de 2011 ficarão noivos. Na mesma data do próximo ano, subirão ao altar. A data será a celebração dos três anos de namoro do casal e terá amigos da dupla como padrinhos. ?Eles vão nos ajudar a por a mesa e arrumar os bem casados?, brinca Rodolfo.

Por causa do relacionamento, os músicos escutam constantemente dos fãs pedidos de beijos do casal enquanto estão se apresentando. ?No palco, não podemos misturar. A gente não vende nosso amor, a gente vende nossa música?, explica Maria Cecília, com o apoio do namorado: ?Se a gente ficar se beijando ali, a gente não canta?.

Apresentando cerca de vinte shows por mês, os músicos não têm muito tempo para sentirem saudades um do outro. ?São poucos os momentos que ficamos separados. Mas precisa desse tempo. O Rodolfo precisa ficar com os amigos dele e eu preciso das minhas amigas. Mas se a gente resolve sair com a turma, já junta tudo de novo?, afirma Maria Cecília.

Com a fama e a correria entre os shows, Maria Cecília e Rodolfo perderam e ganharam muitas coisas. Eles que, em março, fizeram três apresentações nos EUA e, em julho, uma em Portugal; contam que sentem falta de poder curtir um show como o que acontecia no Duelo dos Gigantes no meio da plateia. Em contrapartida, afirmam que a paixão dos fãs foi o que a fama trouxe de melhor. ?Eles nos amam sem nos conhecer pessoalmente. Só por nos ouvir no rádio. Amam mandar presentes. É um sinal de que nosso trabalho está sendo reconhecido?, diz Rodolfo, que ao lado da parceira, prepara um novo álbum para esses apaixonados.

Fonte: IG