"Meu lado feminino é sapatão", diz Zezé di Camargo

O cantor Zezé di Camargo não se cansa de causar polêmica

O cantor Zezé di Camargo não se cansa de causar polêmicas. Em entrevista publicada pela coluna Canal Extra, do jornal Extra, ele conta que costuma receber cantadas de homens. "Não tenho nada contra os gays. Brinco com eles, abraço, mas não tenho essa vocação. Meu lado feminino é sapatão."

Zezé contou ainda uma passagem onde saiu correndo de um evento para fugir de uma cantada dada por um rapaz: "Uma vez, na Câmara Municipal lá de Goiânia, eu estava assistindo a um debate político e um cara chegou, encostou do meu lado e perguntou se eu já tinha levado uma cantada de um homem. Eu disse que não e ele falou: "Pois está levando agora". Na mesma hora eu perguntei se ele ja tinha visto um homem correndo".

Já o outro filho de Francisco, Luciano Camargo também contou como lida com os boatos que ele seria gay. "Sexualidade sempre foi um assunto muito bem-resolvido na minha vida. Na época de solteiro, já fui muito mulherengo; gay, não. O que acontece é que nunca fui de aparecer em público com namoradas."

Luciano também aproveitou para explicar que não consegue perceber um futuro artístico sem o irmão. "Eu sem o Zezé não tem como. Comecei com ele e vou parar com ele. A música vem pra mim depois do amor que tenho pela minha família. Já para o Zezé, é família e música juntos."

Fonte: Terra, www.terra.com.br