Michel Teló é acusado novamente de plágio por um compositor itabunense

O músico grapiúna diz que a empresa de Teló havia entrado em contato em busca de autorização para utilizar trechos da música

O compositor itabunense Elivandro Cuca pretende acionar, judicialmente, o cantor Michel Teló, famoso pelo hit Ai, seu eu te pego. O plágio, segundo Elivandro Cuca, ocorre com a utilização de trechos da música Beber, beber na composição de Eu te amo e open bar.

Elivandro Cuca é autor de melodias que se tornaram sucesso nas vozes de Netinho, Durval Lélis e Ivete Sangalo (A galera) e diz considerar Teló ?um grande artista?. ?É desnecessário o que ele está fazendo. Não estou querendo me promover. Tenho 15 anos de carreira e mais de 160 músicas gravadas?, afirma.

O músico grapiúna diz que a empresa de Teló havia entrado em contato em busca de autorização para utilizar trechos da música, mas tanto ele como Guilherme Lopez e Raimundo Bahia negaram. Beber, beber já havia sido gravada pelo sertanejo Leonardo.

Em contato com o PIMENTA por uma rede social, Cuca disse que denunciou Teló para evitar que plágio vire moda. O novo queridinho da música brasileira já havia sido acusado no hit Ai se eu te pego.

?Estou denunciando para que isso não vire moda. Sou um profissional da música, vivo do meu trabalho. Será que é justo o que o Michel Teló, seu irmão Teofilo Teló e o Produtor Dudu Borges fizeram? Será que estou errado??, questiona.



Fonte: r7