Modelo sérvio Andrej Pejic faz cirurgia de mudança de sexo: "sempre sonhei"

"Sempre sonhei em ser menina", disse ela, que passou pela operação no início do ano e agora assina Andreja. Ela deu entrevista à revista "People"

Em 2011, Andrej Pejic estava no auge da carreira de modelo e causou o maior burburinho ao desfilar as coleções femininas de estilistas como Marc Jacobs e Jean Paul Gaultier - ele chegou a desfilar para a Ausländer no Fashion Rio.


Modelo s駻vio Andrej Pejic faz cirurgia de mudan軋 de sexo

No início deste ano, Andrej passou por uma cirurgia para mudança de sexo e agora assina Andreja. "Quero compartilhar minha história porque acho que tenho uma responsabilidade social", disse Pejic, de 22 anos, em entrevista à revista "People". "Sempre sonhei em ser menina. Me lembro de quando era criança e usava a saia da minha mãe, tentando parecer uma bailarina".

Aos 13 anos, Pejic, que morava com a família na Austrália, disse que entrou na biblioteca da escola e digitou no Google: "mudança de sexo". "Minha vida mudou. Senti que era o que eu deveria fazer. A internet me mostrou que haviam palavras para escrever o que eu sentia e termos médicos para isso", contou ela, que teve o apoio da família.

Pejic pretendia fazer a cirurgia logo após terminar os estudos, mas os planos foram adiados quando surgiu justamente a oportunidade de trabalhar como modelo, aos 17 anos. "Era a chance de conhecer o mundo e ganhar estabilidade financeira". Com o tipo "andrógino", Pajic conseguia trabalhos tanto em casting femininos quanto masculinos. O momento mais inesquecível? "Desfilar como a noiva do Jean Paul Gaultier foi muito especial para mim".

Há cerca de um ano e meio, porém, Pejic diz que reavaliou tudo. "Estava orgulhosa da minha carreira, mas meu maior sonho era me sentir confortável no meu próprio corpo. Tinha que ser verdadeiro comigo mesma e a carreira iria se ajustar a isso".

A partir daí, Pejic passou a se consultar com médicos nos Estados Unidos para, enfim, começar sua transição. "Após a cirurgia, levei uns três meses para me sentir como eu mesma de novo", disse. "Mas estou mais confortável do que nunca. Me sinto 100%", contou ela, que, assim como a atriz transexual da série "Orange is the new black", Laverne Cox, já declarou, não quer dar detalhes da operação, e sim focar na questão social. "Concordo plenamente com Laverne Cox. Além do mais, o que uma pessoa tem entre as pernas não a define".

Fonte: EGO