Monique Evans diz que sofreu abuso sexual aos 14 anos

A apresentadora também falou sobre a depressão que está sentindo há três meses

Assim como o EGO noticiou há 10 dias, Monique Evans está com depressão e síndrome do pânico. A apresentadora deu uma entrevista ao "Jornal da Tarde", onde falou sobre o assunto, além de revelar momentos delicados por que passou, como o abuso sexual na adolescência.

"Quando eu era pequena, me pegaram à força, uns meninos, quando eu era virgem...Tinha 14 anos. Não perdi a virgindade, mas fizeram um monte de coisas comigo", contou Monique à publicação, acrescentando que o acontecimento a bloqueou sexualmente.

A apresentadora também falou sobre a depressão que está sentindo há três meses: "Sou incapaz de escovar os dentes, passo três dias sem tomar banho". Monique diz que é sozinha e por isso vive no mundo virtual, onde paga R$ 19,90 por mês para um site de relacionamento. "Mas muitas pessoas acham que não sou eu", diz a ex-modelo, que dá conselhos sobre relacionamentos para sua filha, Bárbara Evans. "Se você é famosa, dá um beijo e sai na revista. Ela não pode ser uma menina normal, coitadinha".

Monique também revela ao jornal estar com problemas financeiros, e que tem usado o dinheiro que estava separado para sua aposentadoria. "Mas não sei se vou viver muito. Já tive um câncer. Faço matérias no Rio para poder ir ao ginecologista. (...) Me deram quatro anos de vida...", diz a apresentadora, citando o pai, que morreu aos 53, idade que ela tem atualmente

Fonte: Ego, www.ego.com.br