Morre ator e diretor Fábio Junqueira no Rio

Ele lutava contra um câncer e estava internado há três meses na Casa de Saúde São José

O ator e diretor F?bio Junqueira, 52 anos, morreu na noite desta quinta-feira. Ele lutava contra um c?ncer e estava internado h? tr?s meses na Casa de Sa?de S?o Jos?, no Humait?, zona sul do Rio, e h? um m?s no Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O corpo ser? velado a partir das 9h desta sexta-feira, na capela 1 do Cemit?rio S?o Jo?o Batista, em Botafogo. O sepultamento est? marcado para ?s 16h.

F?bio Junqueira atuou em v?rias novelas da "TV Globo", como Marina (1980), Vale Tudo (1988) e Mulheres Apaixonadas (2003), que est? sendo reprisada, interpretando o m?dico Marcondes. Ele tamb?m participou na emissora das minis?ries Riacho Doce (1990) e As Noivas de Copacabana (1992). Seu ?ltimo trabalho ocorreu em A Escrava Isaura, na "TV Record", em 2004, onde trabalhava atualmente.

No cinema, F?bio Junqueira participou do filme Bar Esperan?a (1983). Seu ?ltimo trabalho foi em Separa?es, de Domingos de Oliveira, em 2002. O diretor tamb?m trabalhou na produtor MultiRio, da Prefeitura do Rio de Janeiro.

F?bio Junqueira era pai do ator Caio Junqueira, que interpretou o aspirante PM Neto no filme Tropa de Elite, e completou 32 anos tamb?m nesta quinta-feira.

Fonte: Terra, www.terra.com.br