Mulher inventa estupro para esconder traição

Mulher inventa estupro para esconder traição

Polícia descobriu mentira após analisar vídeo de estacionamento

A norte-americana Amanda Little, de 26 anos, foi acusada de fazer uma denúncia falsa para a polícia em Conyers, no estado da Geórgia (EUA). Ela disse que tinha sido estuprada, mas as autoridades descobriram que ela mentiu para que seu namorado não descobrisse que ela o estava traindo, segundo reportagem da emissora "WSB TV".

Inicialmente, Amanda afirmou à polícia que havia sido raptada enquanto caminhava no estacionamento do Walmart à 1h do dia 24 de junho. Em seguida, ela acrescentou que tinha sido levada para um local desconhecido e violentada.

No entanto, ao analisar as gravações das câmeras de vigilância do Walmart, os investigadores não encontraram nada. Após ser interrogada, Amanda admitiu que a história era falsa.

Ela confessou que estava fazendo sexo com um amante, quando seu celular, que estava no bolso, discou acidentalmente para o número de um amigo de seu namorado. Após a ligação cair na caixa postal, o aparelho acabou gravando sua voz.

A jovem destacou que inventou a história do estupro para acobertar a traição.

Fonte: g1, www.g1.com.br