Naldo veta presença da ex-mulher no enterro da mãe: "Eu queria muito ir"

Branka Silva contou que foi chamada por Dona Ivonete para conversar enquanto ela estava internada no hospital: "Fiquei tão emocionada".

Branka Silva não vai ao enterro da ex-sogra, Dona Ivonete. Mas não é por falta de vontade. Segundo ela, Naldo vetou sua presença na cerimônia, que aconteceu esta tarde no Memorial do Carmo, no Centro do Rio.

"O Pablo foi ao enterro, mas eu não. Queria muito ir, mas não me deixaram. O Naldo não quis. Achei que ele ia se aproximar mais do filho com a morte da mãe, mas ele continua o mesmo homem frio", criticou Branka, que, no entanto, não poupou elogios à família do ex: "Os melhores filhos que ela teve foram o Henrique e a Sônia. Mas todos os filhos dormiam e acordaram junto com ela durante todos os 13 dias em que ela esteve internada. Eles se unem muito na hora da adversidade. Não falei com o Naldo, mas já falei com os irmãos. São todos meus amigos."

Sobre Dona Ivonete, para quem fez até uma homenagem no Instagram mais cedo, Branka afirmou: "Estávamos afastadas há quatro anos, desde que me separei do Naldo. Ela não tinha escolha, né? Tinha que abraçar o filho. Mas, antes de partir, ela me chamou no hospital e conversamos muito. Fiquei tão emocionada! Ela e eu choramos, ela me orou e disse: "Você foi uma boa filha e é uma boa mãe. Continue assim". Fui morar na casa dela com 14 anos, né? Foi ela quem me ensinou a ser uma mãe, uma boa dona de casa... Estou muito triste hoje."

Fonte: G1