"Não me dei bem com cocaína", afirma atriz  Betty Faria

"Não me dei bem com cocaína", afirma atriz Betty Faria

"Sou inteiramente a favor da liberação da maconha e da cocaína", disse a atriz de 71 anos.

A atriz Betty Faria revelou que já experimentou todos os tipos de drogas, exceto heroína. Betty contou também ser a favor da liberação de duas substâncias ilegais. A declaração foi feita à revista "Quem Acontece", nesta quarta-feira (27).

"Não me dei bem com cocaína, entupia meu nariz. Hoje temos drogas que são um desastre, como o crack e o óxi. Mas sou inteiramente a favor da liberação da maconha e da cocaína", disse a atriz de 71 anos.

Afastada das novelas desde "Duas Caras" (2007) devido à polimialgia, doença autoimune que provoca dor intensa e rigidez nos músculos do pescoço, dos ombros e das ancas, Betty contou à revista sobre o sofrimento das dores e a dificuldade de diagnóstico.

"Alguns médicos disseram que era polimialgia, outros fibromialgia, outros artrite reumatoide. Teve até quem dissesse que foi macumba. Eram dores fortíssimas. Foram quatro anos tomando cortisona."

Recentemente, a atriz assinou um contrato com a rede Globo e participará de "Avenida Brasil" no papel da mãe de Alexia. A atriz, queridinha do escritor Aguinaldo Silva depois que fez Tieta na década de 80, disse que lamenta o afastamento do dramaturgo, que não a colocou no elenco de "Fina Estampa" (2011). "Acho que o Aguinaldo não gosta mais de mim. Ele foi enfeitiçado. Essa é uma dor de corno que tenho na minha vida."

Fonte: UOL