"Não me vejo fora do carnaval", avisa logo Gracyanne Barbosa

"Não me vejo fora do carnaval", avisa logo Gracyanne Barbosa

Rainha de bateria da X9, ela diz que ainda quer engravidar e que já não recebe tantas críticas a seu corpo: "É o meu estilo de vida".

A rotina de cuidados com o corpo de uma rainha de bateria do porte de Gracyanne Barbosa, 30 anos, acontece durante o ano todo. São três vezes por semana de musculação, outras três de ioga, dança, alongamento e exercícios aeróbicos durante uma hora por dia. Mais perto do carnaval, entretanto, os compromissos a mais acabam tirando Gracy da rotina.

"Nesta época malho menos porque o foco maior são os ensaios. E fico muito cansada do salto, porque não uso sempre. Já a alimentação saudável é a mesma o ano inteiro", conta ela, que tem 1,74m e 70kg e este ano desfila à frente dos ritmistas da paulistana X9. A escola vai falar sobre a loucura do samba-enredo e Gracyanne também posou com camisa de força estilizada para entrar no clima.

Este ensaio, aliás, foi um dos compromissos extras da morena, realizado numa tarde de sábado sem folga, tanto para ela quanto para o marido, o cantor Belo. Ele acompanha a mulher do hall do hotel até o carro, com direito a pausa para tirar fotos com fãs que abordam o casal na Avenida Ipiranga, centro de São Paulo. Antes de "entregar" Garcyanne e seguir para um compromisso, o cantor faz questão de frisar à equipe de reportagem: "Depois você me traz ela direitinho, né?". Gracy só sai debaixo da promessa de que sim, Belo, traremos ela de volta a salvo. Logo que entramos no carro, o telefone toca. É Belo. Desligam depois de trocar algumas palavras e de dizerem "Te amo" três vezes cada um.

"Ele é todo fofo comigo, quer saber se eu almocei, se eu quero alguma coisa. Eu sou mais ogra (risos), mais prática. Às vezes, estou na rua e esqueço de ligar, ele não deixa de me ligar nunca. E ele nunca esquece data. Mas surpresa eu não consigo fazer, nem ele. A gente não se aguenta e conta antes", entrega.

Profissão: musa do carnaval

A profissão "musa do carnaval" é levado tão a sério pela morena que os cuidados com o corpo estão rendendo contratos o ano inteiro. Um deles fez ela e Belo adiarem o primeiro filho. "A gente adiou o sonho por pelo menos um ano. Estou colhendo os frutos desse meu estilo de vida e têm pintado muitas campanhas relacionados a corpo, saúde, fitness... Consegui um contrato importante e então vamos esperar", conta ela. Mas não foi sem dor que a decisão foi tomada. "Belo sempre quis um filho nosso e eu já tinha parado de tomar remédio (anticoncepcional), mas conversamos. Ficamos um pouquinho tristes, mas temos que aproveitar o momento", diz.

Filhos já estavam nos planos do casal há algum tempo, mas Gracy ainda não se sentia preparada. "Quando fiz 30 anos, isso mudou. Antes eu tinha medo, achava que não era capaz de cuidar de outra pessoa. Aí comecei a me sentir mais madura. Antes eu me achava menina e como uma garota poderia cuidar de uma pessoa? Mas não gostaria de ter só um. Um casal seria perfeito...", sonha ela.

Quando adiou os planos de engravidar, Gracy recebeu críticas alegando que na verdade ela não queria engordar. "Isso não existe. Não tenho medo de engordar, isso é de menos. Sou acostumada a malhar e sei que posso emagrecer. E acho que mulher grávida tem de aproveitar mesmo e tem outras prioridades. Não quero me preocupar com peso. Não vou ser neurótica. As pessoas ficam mais ansiosas do que a gente e rola uma cobrança por isso", desabafa.

Corpão polêmico

As críticas em relação à forma física "forte" de Gracy, que também costuma gerar polêmica, têm diminuído, segundo a própria. "Isso vem mudando. As pessoas agora estão com outras referências das redes sociais, onde isso está bombando. Eu mostro muito meu treino e, mesmo quem não gosta de corpo bombando, admira o foco. Não recebo mais tantas críticas, as pessoas estão vendo que faz bem e que estou feliz e saudável", analisa: "É o meu estilo de vida".

Gracy não pretende mais fazer plásticas. "Fiz mama três vezes porque peito não dá pra ter de outro jeito (risos), o resto se consegue com exercícios físicos. Botei pequenininho, troquei, encapsulou e troquei de novo para uma prótese de 450ml. Hoje em dia eu colocaria menos, é difícil para comprar camisa social que sirva, por exemplo", conta.

Sem nunca perder a majestade

A Avenida é onde Gracyanne se realiza. "É uma emoção inexplicável estar ali. Só quem desfila no Sambódromo sabe. A maior preparação é nos ensaios técnicos porque, ainda mais para quem desfila na frente da bateria, é preciso manter a calma para não esquecer nada", conta Gracy, que, como rainha, tem como função apresentar a bateria, sambar e cantar o samba-enredo, tudo ao mesmo tempo. "O carnaval faz parte da minha vida, não me vejo fora disso. Tem toda uma especulação todo ano sobre cargos, mas independentemente do título e do posto, quero estar sempre desfilando", avisa.

E quando o coração bate mais forte? "O primeiro passo, na hora que você pisa na Avenida, é emocionante demais. As arquibancadas podem estar cheias, mas eu não vejo nada, a concentração é total na escola. Mesmo no ensaio com a arquibancada vazia, a emoção é a enorme, a energia é a mesma. É o momento que o coração bate mais forte".







Fonte: EGO