No Piauí, Mostra Cinema e Direitos Humanos tem filmes de 10 países

A mostra homenageia o ator argentino Ricardo Darín, um dos mais populares atores da televisão e do cinema argentino

Mostra de Cinema traz filmes de 10 países para o Piauí

Filmes da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela estão incluídos na programação da 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que será aberta amanhã, às 19h30, com a exibição de ?Perdão Mister Fiel?, de Jorge Oliveira, Sala Torquato Neto. A abertura será prestigiada com a presença do ministro de Estado-Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Paulo Vannuchi; e do curador da Mostra, Francisco César Filho.

Amanhã, também haverá a inauguração da exposição ?A Ditadura no Brasil, 1964-1985? e do ?Memorial em homenagem aos piauienses Antônio de Pádua Costa, Antônio Araújo, Veloso e Simão Pereira da Silva?, vítimas da luta contra a ditadura, no Museu do Piauí, às 18h.

Este ano, a mostra homenageia o ator argentino Ricardo Darín, um dos mais populares atores da televisão e do cinema argentino, consagrado com o sucesso popular do longa-metragem ?O Filho da Noiva? (de Juan José Campanella, 2001). Incluída na programação, a obra, sobre um homem em crise que tenta reconstruir seu passado, foi indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Pela primeira vez, um documentário mostra como morreram alguns jovens que se rebelaram contra o terror da ditadura. O filme contém entrevistas com 30 personalidades brasileiras, entre presidentes de estados, historiadores, escritores, ex-presos e exilados, que narram suas experiências pessoais e analisando o contexto político nacional e internacional que motivou a barbárie da ditadura militar.

Ao todo são 42 filmes, representando dez países da América do Sul, com entrada gratuita em todas as sessões. Além de Teresina, a 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul contempla as cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo.

Realizado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira e patrocínio da Petrobras através da Lei Rouanet, o evento é dedicado a obras que abordam questões referentes aos Direitos Humanos, produzidas recentemente nos países sul-americanos.

Entre outros, estão incluídos na programação temas como o direito à terra, ao trabalho, à inclusão social, à diversidade étnica, à diversidade religiosa, à solidariedade intergeracional da cidadania LGBT, o direito à memória e à verdade, direitos dos povos indígenas, das pessoas com deficiência, da pessoa idosa, da criança e do adolescente, da população carcerária, da população afrodescendente e dos refugiados.

Em todas as cidades serão disponibilizadas sessões com audiodescrição e closed caption, garantindo o acesso a pessoas com deficiência visual e ou auditiva.

Fonte: Isabel Cardoso, Jornal Meio Norte