No Twitter, vereador filho de Bolsonaro ataca o público gay

No Twitter, vereador filho de Bolsonaro ataca o público gay

o vereador Carlos Bolsonaro (PP-RJ) não conteve a empolgação

Após saber que o pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), se livrou da acusação de quebra de decoro parlamentar, o vereador Carlos Bolsonaro (PP-RJ) não conteve a empolgação e, em sua página pessoal no Twitter, e decidiu extravasar, atacando os homossexuais. "CHuUuuupa Viadada (sic). Bolsonaro absolvido!!!! Viva a Liberdade d Expressão. Parabéns Brasil!", vibrou.

Na quarta-feira (29), o Conselho de Ética da Câmara rejeitou, por 10 votos a 7, a abertura de processo disciplinar contra o deputado. O parlamentar era acusado de disseminar o preconceito e estimular a violência com declarações contra negros e homossexuais. As representações foram apresentadas pelo Psol e se referiam à aparição de Bolsonaro no programa CQC, em março, e à discussão entre Bolsonaro e a senadora Marinor Brito (Psol-PA), durante debate sobre o projeto de criminalização da homofobia em maio.

Eufórico, Carlos Bolsonaro, que é membro da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, continuou com as provocações:

"ESTA É A PRIMEIRA DERROTA DA DITADURA DO HOMOSSEXUALISMO, OUTRAS VIRÃO. ABAIXO PLC122, KIT-GAY E PRIVILÉGIOS DA LEI AOS GAYS!"

"Tenho orgulho d ser igual ao meu pai em todos os sentidos e um deles é colocar sua competência acima d sua sexualidade".

Supostamente interpelado por outros internautas, satirizou:

"Me divirto c/ a reação dos "Gays" no twitter neste momento! SELVAAAAA...."

"INICIO DA QUEDA DA DITADURA DO HOMOSSEXUALISMO: Podem me ameaçar e me xingar, nada do q vcs tem a oferecer me interessa!"

O tom ofensivo contra homossexuais se repetiu na mensagem: "Atenção Boiolas, p/ infelicidade d vcs, eu sou hétero!"

E prosseguiu:

"Se ser contra cotas p/ professores LGBTs, estágio remunerado e Bolsa-família p/ travestis é preconceito, podem me chamar d Homofóbico".

"Desejar minha morte é o menor dos elogios q tenho lido no twitter. Rs! Pregam a Liberdade d Expressão, só a deles, a minha ñ. Ditadura Gay!"



Fonte: Terra Magazine