Nunca decepcionei meu marido em vida, diz  Antonia Fontenelle após perder direito à herança

Nunca decepcionei meu marido em vida, diz Antonia Fontenelle após perder direito à herança

A decisão é da juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca

Antonia Fontenelle perdeu o direito a parte da herança do diretor da Globo Marcos Paulo, morto em novembro de 2012.

A decisão é da juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca, no Rio, após rejeitar adendo escrito por Marcos Paulo e anexado a seu testamento de 2005, que destinava à atriz 60% do dinheiro dele aplicado em investimentos, previdência, além de valor disponível em conta bancária. Ainda cabe recurso.

O casal viveu junto por sete anos.

"Nunca decepcionei meu marido em vida, não vou decepcioná-lo agora. Vou recorrer dessa decisão", disse Antonia ao "F5".

"Meu sogro [o também diretor Vicente Sesso, pai adotivo de Marcos Paulo] reconhece o documento. Amigos do Marcos pedem que eu não fique quieta. Tem que fazer valer o que o Marcos queria."

A disputa judicial em torno dos bens do diretor da Globo envolve as ex-mulheres, as filhas dele e Antonia Fontenelle. Ele teve três filhas: Vanessa, da relação com a modelo italiana Tina Serina, Mariana, fruto do casamento com a atriz Renata Sorrah, e Giulia, de sua união com outra atriz, Flávia Alessandra.

Durante o processo, as fechaduras do apartamento do diretor foram trocadas, impedindo que Antonia entrasse no imóvel.

"Eu não trabalho com covardia, o que estão fazendo comigo é uma covardia. Essa decisão não é da Justiça. É uma decisão de uma juíza de primeira instância, que há quatro meses não deixou eu pegar meus bens que estavam no apartamento em que morava com Marcos Paulo", afirmou Antonia Fontenelle.

"Estão querendo apagar minha história. Não vou deixar. Fiquei sete anos com o Marcos Paulo. Tínhamos uma parceria amorosa e profissional."

Segundo a atriz, em 2011, quando ele foi diagnosticado com câncer no esôfago, ela chegou a abrir mão, através de um documento registrado em cartório, de ter qualquer direito aos bens do marido.

"Fiz isso por amor! Para mostrar que queria estar com ele. Não fiquei com ele por dinheiro, nem para fazer papel em novela", disse à reportagem.

A atriz contou que, antes de morrer, Marcos Paulo escreveu um adendo ao seu testamento, refazendo a decisão da mulher e deixando bens para ela. "Eu não sabia de nada. Foi uma decisão dele."

"Fiz silencio até agora. Sou vista como a reativa, a polêmica... então, fiquei quieta. Minha briga não será por dinheiro, sempre trabalhei, o que eu entendo por riqueza é meu trabalho. Brigo por Justiça e para honrar a vontade do meu marido."

Questionada sobre seu relacionamento com as ex-mulheres e filhas do diretor, Antonia Fontenelle não quis se pronunciar. "Não tenho o que falar sobre essas pessoas."

Antonia Fontenelle disse estar preocupada com os funcionários dos imóveis de Marcos Paulo, que estão sem receber. "Um funcionário da casa de Búzios [no Rio] está sem receber desde março, por exemplo."

Fonte: F5