"O que é bonito tem de ser mostrado", diz ex de Caetano sobre cena do cantor nu

A ex-mulher de Caetano, Paula Lavigne, também deixou claro que não interferiu na edição

Na pré-estreia de "Coração Vagabundo", documentário de Fernando Grostein Andrade sobre Caetano Veloso, o cantor afirmou que não palpitou no corte das 57 horas originais de gravação, nem na cena em que aparece nu.

A ex-mulher de Caetano, Paula Lavigne, também deixou claro que não interferiu na edição. "Fui a primeira a dizer que não era pra cortar a cena! Ainda mais porque Caetano é bem dotado. O que é bonito tem de ser mostrado!", disse Lavigne ao repórter da Folha Paulo Sampaio, em reportagem publicada na coluna Mônica Bergamo desta quinta-feira (16).

Ao repórter, o diretor diz acreditar que Caetano e Paula não deixariam passar a cena de nudez. "Então pensei em dar uma de espertinho e exibi-la no final do filme, entre as imagens de bastidores", afirma Andrade.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br