"Pago peitinho sem vergonha", diz atriz

"Pago peitinho sem vergonha", diz atriz

Maria Maya faz tórrida cena de amor lésbico ao lado de Christiane Torloni em Curitiba

A atriz Maria Maya, filha dos diretores Wolf Maya e Cininha de Paula, participa pela primeira vez do Festival de Curitiba neste ano. Ela interpreta uma atriz iniciante que usa seu corpo para conquistar a atriz principal de sua companhia e subir na carreira, na peça A Loba de Ray-Ban, na qual vive um romance lésbico com Christiane Torloni.

O R7 encontrou-se com a atriz em Curitiba. Ela disse que não fica constrangida em ficar nua na peça nem em fazer uma tórrida cena de amor com a colega Christiane, que foi sua mãe na novela Caminho das Índias.

- Eu não me incomodo [em fazer a cena de sexo, na qual exibe seus seios]. Na maioria das peças e novelas que faço eu fico nua. Faz parte da personagem. A Christiane fala que, na peça,cada um paga o que pode. Ela paga linguinha, eu pago peitinho e o Léo [o ator Leonardo Franco, que completa o triângulo amoroso] paga bundinha. Não tenho vergonha nenhuma, porque o José Possi Neto, nosso diretor, faz tudo com muito bom gosto.

A reportagem ainda perguntou para Maria se ela está se tornando uma especialista em fazer malvadas no teatro, já que ela também interpreta uma mulher capaz de roubar o marido da irmã na peça Play ? Sexo, Mentiras e Videotapes, em cartaz em São Paulo até o fim do mês no teatro Nair Bello.

- O meu amigo [diretor teatral] Gilberto Gawronski me diz que eu sou bonitinha, mas ordinária [risos]. Acho que tanto minha personagem em Play quanto em A Loba têm uma atitude muito egoísta para a vida.

A peça A Loba de Ray-Ban estreou nesta terça (23) no Festival de Curitiba, no teatro Positivo. A montagem se despediu do evento na última quarta (24).

O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Curitiba.

Fonte: r7