Pânico fará sátira de Sheherazade com comentários absurdos

Apresentador do Pânico, Emilio Surita fez mistério sobre quem será o intérprete de Sheradassa.

O Pânico na Band fará uma sátira da jornalista Rachel Sheherazade, âncora do SBT Brasil, cujas opiniões polêmicas viraram notícia nos últimos dias. Rachel Sheradassa, a personagem do Pânico, fará comentários absurdos e reacionários em um novo quadro que estreia neste domingo (16), no retorno do humorístico ao vivo.

Apresentador do Pânico, Emilio Surita fez mistério sobre quem será o intérprete de Sheradassa. Será Márvio Lúcio (Carioca) ou Eduardo Sterblitch, diz. A decisão final dependerá de pilotos gravados nesta semana.

Na última quarta, dois humoristas do Pânico, disfarçados de ET e Rodolfo, ficaram de plantão na frente do SBT, em Osasco. Abordaram Rachel Sheherazade e fizeram uma entrevista com ela, que será exibida domingo. Nesta sexta (14), o programa colherá depoimentos sobre Rachel.

Rachel Sheradassa é uma das novidades do Pânico em 2014, que também terá a volta da dupla Vesgo e Silvio Santos, conforme antecipou o Notícias da TV, e um novo integrante. O humorístico também ganhará cenário, logotipo e grafismo novos.

A sátira acompanha a repercussão dos comentários de Rachel Sheherazade no SBT. Desde o dia 4, a jornalista tem sido alvo de críticas (e elogios), após defender a ação de um grupo de "justiceiros" que deixaram um suposto assaltante de 16 anos preso nu a um poste no Rio de Janeiro.

Telespectadores pediram a saída de Sheherazade do telejornal. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro repudiou a opinião. O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) entrou com uma ação no Ministério Público contra a jornalista por suposta apologia ao crime.

A repercussão foi tão grande que a âncora teve que se retratar no telejornal, explicando que não defendeu a violência do grupo, e sim o "direito da população se defender". Sheherazade afirmou que suas opiniões causam constrangimento aos "inimigos da democracia", e que foi chamada por Silvio Santos, em 2011, para falar o que pensa.

Fonte: UOL