Prefeito processa jornal que noticiou invasão de ETs

Prefeito processa jornal que noticiou invasão de ETs

O jornal Al-Ghad publicou na primeira página que as naves haviam pousado na cidade de Jafr

O prefeito de uma cidade na Jordânia quer processar um jornal que causou pânico ao divulgar a notícia falsa do pouso de discos voadores em um deserto com criaturas de três metros de altura como brincadeira de 1º de abril.

O jornal Al-Ghad publicou na primeira página que as naves haviam pousado na cidade de Jafr, no deserto no leste do país, e que redes de comunicação haviam sido interrompidas e provocado um grande susto na população local.

O prefeito de Jafr, Mohammed Mleihan, disse que pais ficaram tão assustados com a notícia que não mandaram as crianças para a escola. O prefeito disse que pensou em retirar os 13 mil moradores da cidade e que notificou imediatamente as autoridades de segurança, que teriam dado buscas na área, à procura de extraterrestres. Mas não encontraram nenhum.

O editor responsável do Al-Ghad, Moussa Barhoumeh, justificou que foi apenas uma brincadeira bem humorada para marcar a data, tida como o Dia da Mentira, e pediu desculpas por ter causado preocupação na cidade.

Mas ele não disse porque Jafr foi escolhida com esse propósito. A cidade, a cerca de 300 km da capital, Aman, é conhecida por ser próxima a uma base militar usada em algumas ocasiões por soldados americanos e jordanianos para exercícios conjuntos.

Grupos de defesa dos direitos humanos afirmam que o local já foi usado como centro de detenção de supostos militantes da rede extremista Al-Qaeda e alguns teriam sido transferidos para a Baía de Guantánamo. As autoridades jordanianas negam essa alegação.

Segundo o correspondente da BBC em Amã Dale Gavlak, os jordanianos são tidos como mais sérios do que, por exemplo, os egípcios, conhecidos como os mais brincalhões do mundo árabe.

Embora alguns jordanianos estejam tentando mudar essa imagem através da realização todos os anos de um festival internacional de comédia, para o prefeito de Jafr a brincadeira do Dia da Mentira foi longe demais.

Fonte: Terra