Rainha da Grande Rio posa dando comida na boquinha de ritmistas

Rainha da Grande Rio posa dando comida na boquinha de ritmistas

Estreando como Rainha da escola, repórter do "Domingão" festeja o posto - que considerava quase inatingível - em ensaio temático.

Carla Prata, repórter do ?Domingão do Faustão?, sempre teve o sonho de ser rainha de bateria. Mas o que fazer quando a escola que você frequenta tem a tradição de só eleger atrizes e apresentadoras para o cargo? Desesperar? Jamais! A beldade continuou frequentando a Acadêmicos do Grande Rio - que já teve nomes como Susana Vieira, Paola Oliveira, Grazi Massefera, Deborah Secco e Danielle Winits à frente de sua bateria - e torcendo muito para que o sonho virasse realidade.

?Achava esse sonho um pouco mais difícil para mim. Pensava até em virar apresentadora para ver se virava rainha?, admite ela, que teve sua dedicação reconhecida e hoje não poupa esforços para fazer bonito na avenida. Malha, faz aula de samba e até de pole dance.

Carla também não hesitou em entrar no clima do ensaio de Carnaval do EGO, ?Sua majestade, a bateria? ? no qual as rainhas prestam homenagens aos seus ritmistas e falam da sua relação com o carnaval. Animada, ela posou até dando comida na boca de "seus meninos": ?Eles gostam de mim, graças a Deus. Sou paparicada mesmo?.


Rainha da Grande Rio posa dando comida para ritmistas

Virando rainha

?Fiquei sabendo da notícia em um jantar surpresa. O Jayder (presidente de honra da escola) sentou Ao meu lado e perguntou se eu queria ser rainha de bateria. Achei que fosse brincadeira, mas era sério. Fiquei nervosa, chorei, tive até que beber água com açúcar.?

Uma rainha diferente

?Como a Grande Rio sempre convida atrizes e apresentadoras para o posto de rainha, achava que esse sonho um pouco mais difícil para mim. Pensava até em virar apresentadora para ver se virava rainha (risos). Não pensava em atriz, pois não é a minha praia. Mas pensava em bombar para poder virar rainha de bateria.?


Rainha da Grande Rio posa dando comida para ritmistas

Bateria, uma paixão

?Comecei a construir minha relação com a bateria há cinco anos, quando comecei a frequentar a escola. Já me metia no meio deles, eles me levantavam, ficava sambando lá no meio. Sempre achei que um dia seria rainha. Eles gostam de mim, graças a Deus, e digo que é a família Grande Rio. Ganho presentes, sou paparicada mesmo (risos).?

O Mestre e a rainha

?Mestre Ciça tenta sempre integrar ao máximo a rainha com a bateria, e esse ano não vai ser diferente. Estamos programando uma coreografia e vai ser lindo.?

Malhação

?Apesar de já ter um corpo definido, estou malhando mais porque todo mundo passa a ser técnico de rainha e a dar uma dica. É muito engraçado. Todo mundo me fala a roupa que tenho que usar, cabelo e até maquiagem. Não quero decepcionar.?

Truque de majestade

?Como tenho uma tendência muito grande para emagrecer, coloco sempre uma colher de Whey Protein (suplemento alimentar) dentro de isotônico para poder repor o que perco durante os ensaios. Faço de tudo para poder ganhar massa muscular. Eu malho e como muito. Meu prato é de peão, é daqueles em formato de montanha (risos). Na academia, não pego muito peso. Meu treino foca resistência e não é qualquer pessoa que consegue fazê-lo . Além disso faço drenagem linfática?.

Rainha do pole dance

?Vou à academia de quatro a cinco vezes por semana, faço aula de samba e de pole dance. Comecei o pole dance há uns três meses. É muito difícil. Tem que ter força, dá muita resistência, mistura a coisa de dança, e estão querendo transformar em esporte olímpico. É muito legal e gasta muita caloria. Eu amo.?

Dançarina precisa fazer aula de samba?

?Resolvi fazer aula de samba com as passistas da Grande Rio e com o Zé Reynaldo (coreógrafo da escola) porque queria pegar mais uns trejeitos de rainha. Aprender a fazer umas paradinhas, uns jeitos com a mão. Não só ficar sambando feito uma louca.?

Fonte: r7