Recém-nascida é achada em canavial sob formigas

Trabalhadores rurais ouviram o choro da criança, em Ourinhos.

Uma menina recém-nascida foi encontrada abandonada em um canavial de Ourinhos, a 378 km de São Paulo, nesta quinta-feira (2). O choro do bebê atraiu a atenção de um grupo de trabalhadores rurais, que encontrou a criança.

A trabalhadora rural Maria Aparecida da Silva relata que ouviu um choro, foi ao local e viu que o bebê estava no chão, cheio de mosquitos e sangrando. ?Ela estava no chão, deitadinha, no sol, cheia de mosquito, de sangue, chorando?, afirmou.

Com a ajuda dos outros trabalhadores Claudete Cândido socorreu o bebê. Ela pegou uma toalha, enrolou a criança e a colocou no peito. A mulher percebeu que a criança estava com fome, além de estar toda suja e com formigas no corpo. ?Peguei a toalhinha, enrolei a nenê e encostei no meu peito, ela começou a chorar?, contou.

O bebê foi levado para o pronto-socorro da Santa Casa de Ourinhos. Segundo um boletim médico, a criança tem marcas de picadas de insetos por todo o corpo, mas está saudável e não corre risco de morrer.

A mãe da criança foi localizada ? ela é uma das trabalhadoras rurais do grupo. A mulher prestou depoimento nesta noite na Delegacia da Mulher e foi liberada. Pelo Código Penal brasileiro, expor ou abandonar recém-nascido é crime punido com detenção de seis meses a dois anos.

Fonte: g1, www.g1.com.br