Reino Unido tem 1° morte por gripe suína

O paciente morreu na última quarta-feira (1º) na região sul da capital britânica

As autoridades sanitárias britânicas confirmaram nesta sexta-feira o primeiro caso mortal de gripe suína --como é chamada a gripe A (H1N1)-- em Londres. Com isso, chega a quatro o número de mortes causadas pela doença no Reino Unido.

O paciente --um jovem de 19 anos-- morreu na última quarta-feira (1º) na região sul da capital britânica.

Das outras três mortes por gripe suína no país, duas foram registradas na Escócia e uma em Birmingham.

O Reino Unido já registrou 7.447 casos da doença --1.939 só em Londres.

Nesta quinta-feira, o ministro da Saúde britânico, Andy Burnham, afirmou que os casos de gripe suína podem alcançar os 100 mil por dia no final de agosto.

Por causa da extensão da doença no país, ele afirmou que o governo agora deixará de tentar controlar o vírus para passar a tratar os pacientes infectados.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório. Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br