Repleto de falhas, "Superstar" tem estreia morna e Fê Lima apagada

Repleto de falhas, "Superstar" tem estreia morna e Fê Lima apagada

Aplicativo travou e jurados não renderam o esperado

Com a liderança na noite de domingo ameaçada, a Globo decidiu apostar alto para conter o avanço de Silvio Santos no horário. Entregou a Boninho a missão de produzir um novo reality musical. Por sua vez, o diretor escalou Fernanda Lima e André Marques para a apresentação e convidou Ivete Sangalo, Fábio Júnior e Dinho Ouro Preto para a bancada de jurados. Assim, surgiu o "Superstar". As chances de dar algo errado era muito pequena. Mas, deu. Quase nada funcionou na estreia realizada na noite do último domingo (6).

A ideia do programa é simples e atrativa. À medida que uma determinada banda se apresenta, o público vota através de uma aplicativo. Se alcançar 70% dos votos, o grupo é aprovado e o telão que esconde os músicos sobe transformado o cenário em um enorme palco. Cada jurado que aprovar um determinado candidato contribui com 7% no valor total dos votos.

A maior falha do projeto ocorreu justamente no método de votação. O aplicativo da atração para celulares e tablets não funcionou como o esperado. Nas redes sociais, milhares de internautas relataram que não conseguiam abrir o app.

Tentamos usar o aplicativo e não obteve sucesso. Além da demora em carregar, o botão indicado para abrir o app não funcionou. No Twitter, muita gente questionou se o problema não poderia influenciar no resultado. Das oito bandas que tocaram na estreia, quatro passaram para a próxima fase. Coincidência ou não, das quatro primeiras, apenas uma bateu a casa dos 70%

Apresentadora do reality, Fernanda Lima não mencionou o problema no ar. A direção também não informou o número de votos recebido em cada apresentação ou o número de pessoas que usaram o aplicativo. Presa ao roteiro, a loira não rendeu o esperado. Nervosa, não entendia as ordens de Boninho no ponto eletrônico e questionava o chefe no ar.

Bom de improviso, André Marques se saiu bem melhor. No entanto, serviu apenas de escada de Fernanda na estreia e batendo papo com a família dos candidatos. Após emagrecer para comandar o programa, acabou "traído" pelo figurino. O look inspirado em Chris Brown passou a impressão de que ele engordou tudo de novo na última semana.

Os jurados deram um show de falta de entrosamento. Dinho Ouro Preto conseguiu ser mais longo que Carlinhos Brown no "The Voice" em suas justificativas. Sem falar no fato de o vocalista do Capital Inicial estar aberto apenas para roqueiros, esquecendo que a premissa da atração é encontrar bandas talentosos seja qual for seu estilo.

Fábio Júnior não pareceu nada à vontade na bancada. Esqueceu de votar várias vezes e precisou contar com incentivo de Ivete Sangalo para se posicionar em determinados momentos.

Comunicadora nata, a baiana quase ofuscou Fernanda Lima. Dançou, flertou com candidatos, fez piadas e foi parar no topo dos assuntos mais comentados do Twitter. No entanto, foi muito benevolente com os participantes. A estrela deu "sim" para todos as bandas que se apresentaram no primeiro dia.

Atuando nos bastidores, Fernanda Paes Leme foi a grande surpresa da noite. Descolada, se saiu muito bem na função de repórter, fugiu de perguntas-comum e divertiu quem estava em casa ao interagir sem frescura com os aprovados da noite.

É preciso ressaltar que o formato do reality é muito bom. O cenário e a iluminação chamam a atenção pelo capricho e a diversidade de estilos na primeira noite surpreendeu. Teve de tudo: pagode, rock, reggae, sertanejo... Só faltou axé music.

No vídeo, o telão subindo surte mais efeito que as cadeiras giratórias do "The Voice". Mega interativo, o projeto ainda mostrou o poder do público na votação final ao reprovar duas bandas aprovadas com unanimidade pelos jurados.

Apesar disso, a impressão que se teve era de estar vendo um piloto [programa-teste] ao vivo. Para funcionar, o segundo episódio precisa ser mais organizado e apresentar regrar mais claras se quiser manter a liderança no horário.

A briga com o SBT no horário foi sofrida. Segundo dados prévios do Ibope, o reality marcou 11,7 pontos de audiência. Seguido de perto pelo "Programa Silvio Santos" que registrou 10,8 pontos. Qualquer deslize pode sair muito caro para a emissora carioca.

Pelo jeito, a equipe de Boninho vai ter muito trabalho para criar um superstar.


Repleto de falhas,

Repleto de falhas,

Repleto de falhas,

Fonte: msn