Revoltado com projeto de "cura gay", cantor ameaça "vomitar" em Feliciano

Gerard Way, ex-vocalista da banda My Chemical Romance, usou o Twitter para mostrar sua insatisfação com projeto de "cura gay" e critica o pastor.

O cantor Gerard Way, ex-vocalista da extinta banda My Chemical Romance, usou sua página do Twitter, nessa terça-feira (18), para demonstrar sua indignação com relação à aprovação da proposta de "cura gay". O projeto, que já passou pelo aval da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, que tem como presidente o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), busca usar tratamentos psicológicos para "curar" gays de sua homossexualidade.


Revoltado com projeto de

Revoltado com projeto de

Ao tomar conhecimento da aprovação por meio de uma notícia na web, o músico desabafou no microblog sobre o assunto. "Boa sorte Brasil. Não consigo me lembrar da última vez que fiquei bravo deste jeito. Minha pele está até formigando. Se eu encontrar este cara - vou fazer meu melhor para vomitar nele. Não preciso me esforçar tanto", esbravejou. Logo depois, completou: "Vamos relaxar. Manter a coisa pacífica #vomitisok [vômito é ok]". Way ainda chegou a enviar uma mensagem ao político: "Citando [o cantor] Morrissey, m um show que eu participei, e foi dito a um segurança que estava perturbando uma criança - "você é um feio, um homem feio."

Fonte: Quem