Fãs de Rihanna vão ao delírio com show no Rock in Rio 2011

Rihanna se apresenta na primeira noite do Rock In Rio 2011

Foi ao som de "Only Girl (In the World)" que Rihanna subiu ao Palco Mundo para encerrar a primeira noite do Rock In Rio 2011. Com os atrasos que começaram com o show de Katy Perry, a cantora de Barbados foi entrar em cena às 2h30 --sua apresentação estava prevista para iniciar à 0h50. Segundo a organização, cem mil pessoas estiveram presentes nesta sexta-feira (23) na Cidade do Rock.

Rihanna encerra no festival sua turnê brasileira após passar por São Paulo, Belo Horizonte e Brasília. Com o sucesso de seu disco "Loud", aumenta a expectativa de que a cantora faça uma performance de seu primeiro single, "We Found Love", como foi anunciado no Twitter. De cabelos presos, a ruiva entrou em cena de óculos escuros, vestindo top e short curto e emendou na sequência o hit "Disturbia", acompanhada do guitarrista português Nuno Bettencourt, que fez fama na banda Extreme.

Apesar de apostar nos vocais, por diversos momentos Rihanna deixou de levar o microfone à boca em meio aos versos de uma canção e deixou a tarefa para suas backing vocals. Entre coreografias elásticas, a cantora abusou de sensualidade em hits polêmicos como "S&M" e "Rude Boy". Antes de entrar num rápido bis, antecedido pela dançante "Please Don"t Stop The Music", Rihanna deixou para o final "Love The Way You Lie" e o hit "Umbrella", com chuva de papel e com os ponteiros do relógio apontando já para as 4h da manhã.

Primeiro dia

Antes de Rihanna, Elton John fez uma apresentação de 90 minutos, a mais longa da noite. Um dos maiores pianistas do pop, ele fez o show todo sentado ao instrumento. Mesmo que suas músicas mais recentes já não empolguem tanto, não faltaram sucessos para a plateia cantar junto, como "Goodbye Yellow Brick Road", "Rocket Man", "Don"t Let the Sun Go Down on Me" e "Skyline Pigeon".

Mais cedo, Katy Perry promoveu no mesmo palco seu show colorido e provocante. Entre hits e trocas de figurinos, a cantora norte-americana abusou também de referências ao teatro de revista, com grandes leques de plumas e coreografias, num cenário tão onírico quanto lisérgico. E ainda convocou um jovem do público para subir ao palco e ganhar um beijo dela. Claudia Leitte também passou pelo palco principal com uma homenagem a Chico Science e empolgando seus fãs com uma apresentação em clima de Carnaval de Salvador.

As luzes do Palco Mundo foram acesas às 19h com homenagem a Freddie Mercury e fogos de artifício. Milton Nascimento cantou o clássico do Queen "Love of My Life", acompanhado da Orquestra Sinfônica Brasileira. Os Paralamas do Sucesso e os Titãs entraram juntos no palco para dividir o primeiro show do Palco Mundo. O repertório foi mesclado com clássicos das duas bandas, começando por "Óculos" (Paralamas), "Sonífera Ilha (Titãs), "Ska" (Paralamas) e "Marvin" (Titãs). Maria Gadú fez uma rápida participação cantando "Loirinha Bombril" com os grupos.

Os portões da Cidade do Rock foram abertos às 14h, sem tumulto. O Palco Sunset iniciou os shows às 15h com o encontro de Móveis Coloniais de Acaju, Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz e a cantora Mariana Aydar. Na sequência, Ed Motta e os guitarristas Andreas Kisser e Rui Veloso dividiram um repertório de clássicos do rock. Depois, o encontro foi de Bebel Gilberto e Sandra de Sá, encerrando com os dinamarqueses The Asteroids Galaxy Tour junto com a banda portuguesa The Gift.

Fonte: Terra, www.terra.com.br