Rodrigo Santoro surge asqueroso em filme e diz gostar de "ser feio"; foto!

Ator usa prótese e maquiagem pesada para viver viciado no longa ‘Reis e Ratos’

Rodrigo Santoro ficou feio e gostou. Dá para imaginar? ?O visual chama muita atenção. Eu adorei ficar feio. Mas não me olhei muito no espelho, não?, confessa o ator, que, para dar vida a um viciado em metanfetamina em ?Reis e Ratos?, filme que estreia sexta-feira, desconstruiu sua imagem de galã e lançou mão até mesmo de uma prótese na boca.



?Eu fui inventando aos poucos. A coisa do dente veio pela pesquisa. Meu dentista fez o meu dentinho podre. Ele é o cara!?, elogia Rodrigo, que deixou a vaidade de lado sem problema algum. ?Quando eu era criança, brincava de astronauta, Indiana Jones, essas coisas. Agora, estou brincando de Roni Rato?, diverte-se o ator.

Para participar do filme de Mauro Lima, feito com baixo orçamento, o astro, que mantém um pezinho em Hollywood e outro no cinema nacional, também se desapegou do lado material e aceitou um cachê simbólico. ?A última coisa foi a questão do dinheiro. É filme de ?brother?, usamos o set do ?Bem Amado?. Todo mundo comprou a ideia. A gente fez tudo em 17 dias?, revela ele, que entrou nessa empreitada a partir de um convite de Selton Mello.

Além de atuar no filme, o diretor de ?O Palhaço? também é um dos produtores associados. ?Selton me botou muita pilha. Também me deu umas dicas. Me inspirei no Dustin Hoffman no filme ?Perdidos na Noite??, diz Rodrigo, que estudou a fundo o vício de seu personagem. ?A metanfetamina estraga os dentes em dois anos. Essa droga acaba contigo. Fui buscar o rato, a sujeira?, emenda.

Apesar de ter feito o dever de casa direitinho para o filme, Rodrigo jura que não teve curiosidade de experimentar a droga. ?Nunca usei isso, não testei. Não preciso experimentar para interpretar um viciado. Seria como matar alguém para fazer um assassino?, justifica o ator, que, em seu próximo projeto, a produção americana ?O que Esperar quando Você Está Esperando? ? prevista para ser lançada em maio ? vai fazer as pazes com a própria beleza e cair na comédia, gênero que pouco explorou em sua carreira.

?Meu personagem é de um grupo de cinco homens que vão ser pais. Eles fazem piada sobre mim. Eu não sou o cômico, forneço material para a piada, funciono como a escada. E todo mundo faz muito improviso, em inglês. Fiquei me sentindo meio burro. Mas foi um grande exercício cômico, consegui encontrar um jeitinho brasileiro?, confessa ele, que vai dividir a cena com Jennifer Lopez.

Fonte: O Dia Online