Sabrina Sato beija muito bem, diz companheiro de filme

Rodrigo Pandolfo é par romântico de Sabrina Sato no filme "Concurso público".

Par romântico de Sabrina Sato no filme "Concurso público", Rodrigo Pandolfo não teve como fugir da pergunta. Afinal, a japa, que disse à coluna que não sabe dar beijo técnico e foi com língua e tudo, entende do riscado? "Ela beija bem, claro", sorri o ator, que ficou impressionado com a luz da musa no set de filmagem: "Ela realmente é iluminada, muito disponível, aberta para ouvir e não tem medo de nada".



Se na vida pessoal, Sabrina é uma pessoa dispersa, na profissional, o parceiro de cena é só elogios. ?Ela é toda séria, concentrada. Faz daquele momento uma coisa especial?, conta ele, ciente que vai causar inveja nos amigos. ?Realmente ela é uma das mulheres mais desejadas do Brasil, um símbolo sexual. Estou me divertindo com essa situação. Até os amigos já estão brincando quando souberam que eu ia contracenar com ela?, diverte-se: ?Eles dizem que eu estou bem na fita?.

Em ?Concurso público?, Martinha, personagem de Sabrina Sato, é apaixonada por Bernardo e vai correr mesmo atrás do seu amor. Ela chega a arremessar uma faca no rapaz. ?Tem uma cena que ela arranca a minha roupa e me deixa nu?, adianta o ator, que para tapar sua tatuagem que sobe da pélvis (bacia) até a costela teve que contar com um spray especial.



Pandolfo ficou conhecido do grande público depois de fazer o advogado Humberto na novela "Cheias de charme". Este ano, sua lista de musas não para por aí. Ele aparecerá ao lado de Isis Valverde, a protagonista Maria Lúcia, no filme "Faroeste caboclo", mas não terá a mesma sorte. "Desta vez, é apenas uma paixão velada", adianta Rodrigo Pandolfo, que não vai "encostar" na atriz em cena.

Para completar, Pandolfo ainda estará nas telonas em mais dois filmes: ?Minha mãe é uma peça?, em que vive o filho gay de Paulo Gustavo, e ?Eu não faço a menor ideia do que eu estou fazendo com a minha vida?. Com quatro filmes no primeiro semestre, o ator é ?o cara? das telonas. ?Vai ser muito bom se me derem esse título?, brinca Rodrigo, que não sabe quando volta à TV.

Nascido no Rio Grande do Sul, Rodrigo Pandolfo se mudou menino para Primavera do Leste, no Mato Grosso, e depois arrumou as malas rumo ao Rio de Janeiro. Em 2003 começou a estudar teatro e fazer campanhas publicitárias. Seu primeiro trabalho de notoriedade foi no musical ?Despertar de primavera?, de Claudio Botelho. Depois fez uma série na TV a cabo chamada de ?Mulheres de fases?, da HBO. ?Pela primeira vez eu estou mais no audiovisual que no teatro?, conclui.

Fonte: Extra