Saiba por onde andam os campeões das do Big Brother

Saiba por onde andam os campeões das do Big Brother

Fabiana ou Fael podem se tornar milionários depois de 80 dias de confinamento.

Nesta quinta-feira, 29, chega ao fim a 12ª edição do "BBB".

Veja por onde andam e como estão os 11 campeões do reality show.

"BBB 1" - Kléber Bambam

Depois de ter participado do programa "A Turma do Didi" e "Zorra Total", o primeiro vencedor decidiu fugir dos holofotes. Ele investiu o prêmio de R$ 500 mil e, em entrevista recente ao EGO, disse estar milionário. "Investi em terras, em casas, terrenos, na Bolsa de Valores e tenho galpões para empresas na região de Campinas. Depois que saí do "BBB", eu vivo de férias", explicou.



"BBB 2" - Rodrigo Cowboy

Com pouca experiência no mundo dos negócios, Rodrigo Cowboy admitiu que perdeu grande parte do seu prêmio em investimentos que não deram certo, como uma empresa de estampa para tecidos e uma de distribuição de calçados.



Ultimamente, ele tem se dedicado ao que realmente entende: compra e vende gado em sua fazenda, em Goiás.

"BBB 3" - Dhomini

O goiano Dhomini, apesar de uma experiência mal-sucedida na administração de um posto de gasolina arrendado logo após a saída do reality show (em 2003), conseguiu melhorar - um pouco - de vida.



Montou uma dupla sertaneja com o amigo Dhoni, que faz pequenos shows por Goiás. Ele comanda ainda um programa de rádio sobre música regional e está casado com Adriana Fontes, com quem tem dois filhos.

"BBB 4"- Cida

Primeira mulher a vencer o "BBB", Cida já começou a ter problemas assim que saiu do confinamento. Um ex-companheiro entrou na Justiça exigindo metade do seu prêmio. Não levou, mas a fez gastar quase 10% da bolada com advogado e custas processuais. Em recente entrevista ao EGO, ela desabafou: "O dinheiro só me trouxe decepção.



Não gosto nem de lembrar. Levei muito calote". Com o prêmio de R$ 500 mil, Cida comprou uma casa em Mangaratiba (RJ), e dois terrenos que mantém até hoje como investimento. "Era muito boazinha e muita gente se aproveitou. Perdi muito dinheiro. Costumo dizer que R$ 500 mil é muito para quem não tem nada, mas na hora que começa a gastar, é pouco", analisou.

"BBB 5" - Jean Wyllys

Jean Wyllys foi o primeiro milionário do "BBB". Ficou rico e famoso, mas hoje em dia tem urticária ao falar sobre o reality show. Segundo ele, tudo o que tinha para falar sobre o assunto está no livro "Ainda Lembro", escrito por Jean com orelha assinada por Pedro Bial e lançado em 2005.



Em 2010, foi eleito deputado federal (PSOL-RJ) com 13.018 votos. Ele nunca revelou o que fez com o dinheiro.

"BBB 6" - Mara

A ex-BBB Mara, assim como Bambam, conseguiu multiplicar o prêmio de R$ 1 milhão. A enfermeira baiana - que passou por muitas dificuldades na vida, como ela mesma contou durante o confinamento - montou uma pousada em Porto Seguro (BA) e vive da renda do empreendimento.



E também de investimentos de parte do dinheiro, ainda investido num banco. E olha que ela ainda ajudou 10 irmãos!

"BBB 7" - Diego Alemão

Diego Alemão investiu parte seu milhão em uma empresa de comunicação em parceria com sua irmã, Fernanda Gasquez. Hoje, a companhia está focada em publicidade e marketing digital.



Depois de participar da cobertura do "BBB" pelo canal pago Multishow até 2010, quando foi afastado após uma discussão feia com a ex-BBB Elenita, Alemão apresentou os boletins do reality show "Hipertensão" na Globo no fim do ano passado. Ele agora busca novas oportunidades na TV: "Estou correndo por fora. Estou renegociando meu contrato com a Globo", disse Alemão ao EGO, atualmente sem vínculo com a emissora que o projetou à fama.

"BBB 8" - Rafinha

O ex-verdureiro Rafinha saiu do "BBB" disposto a virar cantor. Teve duas bandas, que acabaram não dando muito certo. Desde o fim do ano passado, ele toca bateria em boates ao lado do DJ Lucky, com black music e hip hop no repertório.



Ele investiu parte do dinheiro do programa em imóveis (comprou, entre outros, uma cobertura em Campinas, onde mora) e colocou o restante em aplicações financeiras que rendem até hoje.

"BBB 9" - Max

Max garante que até hoje nem tocou em seu prêmio de R$ 1 milhão do "BBB". Ele vive de seus trabalhos como artista plástico (confecciona minimins em seu laboratório) e dos rendimentos do dinheiro aplicado.



Recentemente, trabalhou como ator no videoclipe da banda Diário de Dalia. Ele também tenta, há dois anos, emplacar na TV um reality show com artistas plásticos.

"BBB 10" - Marcelo Dourado

Fora dos holofotes, Marcelo Dourado - o primeiro a levar o prêmio de R$ 1,5 milhão - se dedica atualmente à academia de artes marciais que montou no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, e também a algumas lutas de MMA, esporte que vive seu auge no Brasil.



Dourado está longe da mídia por opção. Tem sido requisitado para participar de programas mas tem negado a maior parte dos convites (só aceitou participar, recentemente, do "Corujão do Esporte", com Flávio Canto, para falar de MMA). O lutador - que demitiu até sua assessora de imprensa - alega que a mídia "o derruba". Dourado admite que tem feito terapia para lidar melhor com o ônus da fama pós-"BBB".

"BBB 11" - Maria

Maria se deu bem ao vencer o reality show no ano passado. A modelo, logo que saiu do "BBB", virou repórter do programa "Mais Você". Deixou a atração de Ana Maria Braga para se juntar à nova equipe do programa "Cassete & Planeta Vai Fundo", que estreia nesta sexta-feira, 30, na Globo.



Maria também fez muitas campanhas, posou nua e gastou apenas uma parte de seu prêmio, fazendo uma doação para uma entidade que cuida de crianças com câncer.

Fonte: EGO