"Se a Cacau fosse gay, eu ficaria com ela", garante Angélica

A jornalista disse ainda que faria um ensaio sensual com Cláudia

Em um Paredão com recorde de votos (mais de 77 milhões), a jornalista Angélica foi eliminada do Big Brother Brasil 10 com 55% dos votos do público. Dourado, seu maior rival na casa, terminou com 38% e o maquiador Dicesar com 7% dos votos.

Desde que entrou na casa, Angélica prometeu entrar na disputa com o coração e garante que foi isso que fez. A jornalista diz ter se identificado demais com a empresária Cláudia. Angélica admite que ficaria com ela, apesar de dizer que a paulista não faz seu tipo de mulher.

"Não tive uma atração sexual pela Cacau. Se ela fosse gay, ficaria com ela porque não fico com heteros, apesar de gostar mais das morenas e ela ser loirinha. Ela é linda e nos identificamos muito. Acho que precisamos ter alguém como nosso suporte nesse tipo de situação. Em um determinado momento, ela disse que não tinha amiga na casa e eu também não tinha", explica sobre a aproximação com Cláudia.

Ao contrário do bom relacionamento que mantinha com a empresária, Angélica criou uma disputa pessoal com o professor de educação física Dourado. Apesar das brigas e discussões, ela garante que não teve medo do gaúcho.

"Tenho muitos defeitos, mas eu entrei com o coração e acredito que saí com ele. Não me arrependo de nada do que fiz dentro da casa. Tentei me aproximar das pessoas que pensam igual a mim. Não me corromperia de jeito algum e não mudaria os valores que minha família me ensinou. O prêmio não vale se você tem que pisar nos outros e tem gente assim lá. Não aceito as pessoas duas caras. Você não pode falar uma coisa e fazer outra no dia seguinte. Às vezes, a gente se surpreende com as pessoas e com o Dourado foi assim. Mas em nenhum momento me senti intimidada por ele", garante.

Com relação às suas escolhas para o Quarto Branco, Angélica diz que escolheu Sérgio e Cláudia porque ambos eram pessoas próximas a ela dentro da casa. Ela não acreditava que o "confinamento dentro do confinamento" duraria muito tempo.

"Eu pensei com o coração e queria saber quem era o Sérgio no jogo. Quis levar as pessoas de quem eu gosto para o Quarto Branco porque o tempo passaria mais rápido e ficaria mais bacana. Em nenhum momento pensei que um dos dois fosse pedir para sair", explica.

"Faria um ensaio sensual com a Cacau"

Agora que deixou a disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão, a jornalista diz torcer por Eliéser, Cláudia e Dicesar. Ela revela que tem como hobbie escrever contos e que pretende lutar para publicar um livro com suas melhores histórias. Angélica ainda estuda publicar uma autobiografia. Com relação a posar nua e com o relacionamento que deixou fora da casa, a mineira diz que está com a cabeça aberta.

"Já passou pela minha cabeça posar nua. Até conversava com as meninas sobre isso dentro da casa. Eu não só posaria, como faria um ensaio sensual com a Cacau. Sobre minha namorada, depois de tudo o que aconteceu no jogo, não sei se ela ainda continua o namoro, mas eu a amo e acho que ela está me esprando em Uberlândia", acredita.

Fonte: Globo.com