Cardeal  liga casos de pedofilia ao homossexualismo

Cardeal liga casos de pedofilia ao homossexualismo

Ministro afirma que o celibato não seria razão para origem dos escândalos.

O Secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone afirmou nesta segunda-feira que é o homossexualismo, e não o celibato, que deve ser relacionados à pedofilia, em uma alusão aos inúmeros escândalos envolvendo sacerdotes na Europa e nos Estados Unidos.

Bertoni, que está em meio a uma viagem ao Chile, afirmou que o papa Bento XVI ?logo tomará novas e surpreendentes iniciativas em relação aos casos de abuso sexual?, sem dar maiores detalhes.

?Diversos psicólogos e psiquiatras já declararam que não há relação entre o celibato e a pedofilia, enquanto muitos outros disseram, pelo que fui recentemente informado, que há a relação entre pedofilia e homossexualismo?, afirmou o ministr em uma entrevista coletiva.

"Essa patologia toca todas as categorias da atividade humana, e os padres em uma proporção menor?, afirmou. "O comportamento desses padres, nesses casos, é muito sério, é escandaloso."

A visita de Bertone ao país sul-americano coincide com um período em que a Igreja Católica tem sido assolada por diversos escândalos envolvendo abusos sexuais de crianças - a maior parte de meninos ? por padres. Além dessas denúncias, há também acusações de que a instituição religiosa teria se silenciado em relação a alguns desses casos ? envolvendo até mesmo o papa antes de ser escolhido para substituir João Paulo II em 2005.

Fonte: g1, www.g1.com.br