Shaolin ainda está sob forte sedação, afirma a esposa

Após 15 dias do acidente, estado de saúde do artista em coma é grave

O humorista Shaolin continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas de São Paulo nesta quarta-feira (2). Segundo a mulher do comediante, Maria Laudicéia Veloso, apesar de os médicos estarem suspendendo a sedação, a medicação continua atuando em seu corpo e o artista ainda está em coma. Ele ainda não responde a comandos verbais.

Segundo informações da assessoria de imprensa do hospital, após 15 dias do acidente, o quadro do comediante é considerado grave. Na última quinta-feira (27), Shaolin passou por cirurgia.

A mulher de Shaolin agradeceu as cartas, e-mails e mensagens em redes sociais que os fãs têm deixado para a família. Desde que veio para São Paulo para acompanhar a recuperação do marido, Maria Laudicéia conta que recebe muito apoio.

Ela diz que visita Shaolin todos os dias no hospital, durante uma hora. A mulher de Shaolin está otimista, apesar de saber que a recuperação do artista será um longo processo.

Acidente

Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, ficou gravemente ferido em um acidente na BR-230, na região de Mutirão, em Campina Grande (PB), no dia 19 de janeiro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o comediante dirigia no sentido São José da Mata quando um caminhão, que vinha na faixa oposta, invadiu a contramão e bateu contra o veículo do artista.

Em depoimento à Polícia Rodoviária Federal da Paraíba, o motorista do caminhão que se envolveu no acidente com o humorista disse que foi o artista quem provocou a batida.



O comediante da Rede Record deu entrada no pronto-socorro do Hospital das Clínicas na madrugada do dia 21, após ter passado por cirurgias para conter o traumatismo craniano e uma fratura exposta no membro superior esquerdo.

O motorista do caminhão que se envolveu no acidente com o humorista disse que foi o artista quem provocou a batida. Na tarde do dia 20 de janeiro, Jobson Clemente Benício, de 23 anos, apresentou-se na delegacia da Polícia Rodoviária Federal da cidade paraibana.

O inspetor responsável pela unidade ouviu o motorista que, em seguida, foi liberado.

Fonte: R7, www.r7.com