"Sou uma mulher-veado, adoro um brilho", diz Preta Gil

A cantora vai usar um vestido todo bordado em cristais Swarovski durante o carnaval.



Preta Gil, que este ano vai se desdobrar entre o Rio, Salvador e Recife durante o Carnaval, começa no domingo (27) seu tour, a partir das 11h, no Posto 10 da Praia de Ipanema. A cantora vai usar um vestido todo bordado em cristais Swarovski, feito pela estilista transexual Brendha Costa. Além disso dividirá os holofotes com a ex-participante do BBB Ariadna. "Sou uma mulher-veado. Adoro um brilho", disparou ao ser questionada sobre sua relação com a comunidade LGBT.

A ex-BBB Lia Khey, rainha do bloco, a atriz Carolina Dieckmann, que será madrinha, e o promoter David Brazil, que será o muso, também dividem o palco com a cantora.

Como dar conta de tantas cidades?

Com muito amor e energia. Mas o principal é ter disciplina. Há três anos, eu me preparo com uma boa alimentação, fonoaudióloga e personal trainer. Na época de folia, isso tudo se intensifica.

O que os cariocas podem esperar desta edição do bloco?

Teremos um trio elétrico de verdade, com uma banda completa e mais a participação da bateria Black Power, que conta com 40 ritmistas. A apresentação terá um repertório bem eclético, com músicas minhas e de outros artistas de diversos estilos como, A Coisa Tá Preta, Avisa Lá, Beber, Cair e Levantar, Problemática, Segura o Tchan...

A estilista que fez sua roupa, a Brendha, é transexual. Ariadna, uma das musas do bloco, também. Qual sua relação com a comunidade LGBT?

Total. Eu sou parte disso, sou L, sou G, sou B, sou T. Sou a favor de as pessoas viverem juntas em harmonia, se amando e respeitando os direitos uma das outras. Eu, por exemplo, sou uma mulher-veado - adoro um brilho, o jeito afetado, divertido. Acho que essas pessoas me veem no palco e se identificam com o meu jeito feliz, livre. Elas se sentem amadas e acolhidas no bloco. É uma troca de carinho muito grande. E a Ariadna é uma mulher bastante querida, especial, linda, simpática e ainda tem muito samba no pé. Ela tem todos os requisitos para ser uma musa.

O que pretende fazer depois da Quarta de Cinzas?

Na quinta-feira, pretendo viajar para um lugar bem isolado e ficar quatro dias sem fazer nada. Gostaria de ir a Fernando de Noronha, mas não sei se vai dar, devido ao pouco tempo. É mais provável que eu me tranque em casa e fique só com o meu marido e o meu filho, que é a melhor coisa do mundo. Depois volto à rotina de ensaios e shows que já estão programados.

Você é a Carmen Miranda do século 21?

Não mesmo. Eu sou a Preta Gil do século 21 - uma mulher moderna, família, batalhadora. A Carmen Miranda é um ícone e nunca será substituída, assim como grandes mulheres que nos inspiraram até hoje como Leila Diniz. Hoje eu já criei minha própria identidade.

Fonte: Terra