Suzana Vieira conta que ex-marido arrombou seu cofre

Susana conta que achou o filme quando seu cofre foi arrombado

Em entrevista à revista ?Veja? desta semana, a atriz Susana Vieira conta mais detalhes sobre o final de seu relacionamento com o ex-PM Marcelo Silva, morto no dia 11 de dezembro por overdose. Ela conta que Marcelo pretendia chantageá-la. ?Ele se escondeu atrás da porta do banheiro para me filmar tomando banho de touca na cabeça. Ainda por cima, fazia close das minhas partes íntimas enquanto eu me lavava. Ele ia usar o filme para me chantagear. Isso eu soube pelo pessoal da praia. O cara de uma barraca contou para minha sobrinha que o Marcelo ia cobrar R$ 500 mil para me dar a gravação.?

Susana conta que achou o filme quando seu cofre foi arrombado. ?Um dia depois que a amante dele (Fernanda Cunha) me telefonou, encontrei meu quarto revirado com o cofre aberto. Nunca dei o segredo ao Marcelo, mas, do mesmo jeito que me filmou escondido, ele me viu abrindo o cofre e decorou o número. Sumiram meus dólares, euros, reais e as joias. Resolvi esconder a moto antes que o Marcelo a levasse também. Aí, descobri no bolso da jaqueta de couro dele o filme do banho e um documento importantíssimo (o contrato de casamento deles, que dizia que ele não teria nenhum direito aos bens de Susana em caso de separação).?

No entanto, Marcelo negou as acusações, diz Susana. "Ele respondeu: "Não fui eu. Eu estava dormindo". Ou seja, ele sabia que o cofre tinha sido arrombado. Liguei para a Globo para contar do filme. Fui à Justiça pedir a separação de corpos. Falei que corria risco de vida. Os meus empregados contaram à juíza que eram ameaçados. Aí descobri que sabiam dos desvios de dinheiro. Voltei para casa com seguranças e coloquei o Marcelo para fora. Ele disse que prejudicaria a minha carreira. Era uma referência ao filme do banheiro, que, àquela altura, estava seguro dentro do meu sutiã.?

Fonte: Ego, www.ego.com.br