Funkeira Tati Quebra-Barraco vai malhar para tentar virar rainha de bateria

‘Sou melhor do que muito tribufu que vejo por aí", diz funkeira, que vai investir em aulas de boxe para ficar sarada, mas sem abandonar plásticas.

Tati Quebra-Barraco conquistou quase tudo o que quis: virou ídolo do funk, mudou o corpo à base de cirurgias plásticas... Só falta uma coisa, uma vontade: virar rainha de bateria.

Funkeira, mas apaixonada por carnaval, ela diz que nunca desfilou no sambódromo carioca, que é torcedora da Portela, mas toparia ser rainha de bateria de outra escola.

?Ano passado recebi o convite da Arranco do Engenho de Dentro, mas eles queriam me cobrar e não vou pagar por isso. Não vou dar um dinheiro que não tenho e, se tivesse, também não daria?, diz ela.

"Sou melhor que muito tribufu"

Mas para se tornar mais atraente para as escolas de samba, Tati está disposta a fazer um sacrifício nunca antes pensado por ela: ir para a academia. Ela, que sempre resolveu tudo na mesa de cirurgia, está querendo fazer aulas de boxe para ficar mais sarada. Mas nada de pegar pesado feito Gracyanne Barbosa.

?Isso não adianta que eu nunca vou fazer. Não quero nem emagrecer porque acho que já estou bem magrinha. Quero ficar com um corpo mais legal, mais sarado?, conta ela, que acabou de fazer uma lipoescultura e colocar 200ml de silicone nos seios.

Questionada sobre suas chances de ser rainha de bateria com suas atuais formas, ela é direta: ?Acho que tenho chances, sim. Veja tanta gente pior do que eu desfilando. Sou melhor do que muito tribufu que vejo por aí?, ri.

Mas agora que resovleu malhar, serrá que a funkeira para de fazer cirurgias plásticas? ?Ah, isso aí não. Se precisar, faço de novo?, avisa Tati, aos risos.

Fonte: EGO