TV no quarto e o excesso de tempo no WhatsApp podem prejudicar sexo

Detalhes bem mais banais também podem atrapalhar a vida sexual.

Não é todo dia que um casal se sente disposto para trocar carícias e deixar o romance rolar, como se nada mais importasse. Contas para pagar, problemas no trabalho, desgaste emocional e outros fatores são desestimulantes. Outros detalhes bem mais banais também podem atrapalhar a vida sexual do casal, como a presença de uma simples televisão no quarto.

Image title

1-NOITES MAL DORMIDAS

Insônia e dificuldade para descansar à noite conseguem derrubar qualquer um. Se já fica complicado se concentrar no trabalho, que esperança pode restar para as relações sexuais, que demandam empenho e dedicação do casal? Não há quem aguente. Prova disso é que uma pesquisa da Universidade de Michigan apontou que as mulheres que dormem mais acabam tendo mais relações que as demais.

Segundo o estudo, cada hora adicional dormida aumenta em 14% as chances de ter uma relação no dia seguinte. Além disso, mulheres que têm uma boa noite de sono também apresentaram níveis mais altos de desejo e excitação sexual.

2-SEPARADOS PELO CELULAR         

Você passa o dia sem ver ou ter uma conversa de verdade com o parceiro. Então, ao chegar à casa, ambos acabam se distraindo e se divertindo mais com conversas no WhatsApp  com o feed das redes sociais, mesmo estando lado a lado. Se isso acontece com frequência, a conexão do casal vai ficando cada vez mais fraca – e o desejo sexual, naturalmente, segue o mesmo caminho.

Se a pessoa está ao lado, querendo conversar ou “apimentar” um pouco as coisas, imagine o balde de água fria que é ter que competir com os aparelhos eletrônicos. Como esperar que as relações sejam empolgantes e espontâneas deste jeito?

3– LUGAR DE TV NÃO É O QUARTO

Falando ou não sobre sexo, a simples ideia de ter uma televisão no quarto já pode ser considerada inadequada, mesmo se for para ver um filme mais romântico. Isso atrapalha a intimidade do casal, o sono, as relações... Lugar de televisão é na sala, onde outras coisas podem ser discutidas – inclusive os problemas cotidianos, que não devem ser levados para o quarto de jeito nenhum.

4 - A LIBIDO MORRE PELA BOCA

A influência negativa de uma alimentação incorreta vai muito além do peso do prato no self-service. A libido também pode ser comprometida nessa brincadeira, principalmente se a dieta for combinada à baixa autoestima.

“A alimentação inadequada mexe com várias coisas, desde disposição até problemas emocionais. Se você come muito açúcar, por exemplo, você pode ter certo desânimo depois, porque é um alimento que dá uma agitação momentânea e depois te derruba. O chocolate dá uma sensação de bem estar, e a mulher pode achar que só precisar disso, perdendo a vontade de ter uma relação depois”, esclarece a nutricionista Débora Pádua. O álcool também entra na lista dos que devem ser evitados em excesso.

5 - NEURAS SOBRE O CORPOS

Será que ele vai reparar na barriguinha um pouco mais flácida? E nessas estrias da coxa? Pode parecer besteira, mas muitos desses questionamentos passam pela cabeça das mulheres antes e durante uma relação sexual. Com tantas preocupações, é natural que o desejo fique mais uma vez prejudicado.

“Quando a mulher tem essa vergonha do próprio corpo, as neuras viram mais um obstáculo. Isso quer dizer que ela está com a autoestima baixa e, por isso, qualquer comentário pode ser encarado de um jeito negativo, piorando o relacionamento. Toda vez que temos um retorno negativo, principalmente no que diz respeito à sexualidade, a vontade e o desejo de realizar fantasias vão sendo minados”, atenta Márcia Mathias.

Fonte: Com informações do IG