Estatuto do idoso: Zezé Polessa deverá ser investigada após morte de motorista

Estatuto do idoso: Zezé Polessa deverá ser investigada após morte de motorista

Caso se encaixaria no Estatuto do Idoso

Após a morte do motorista Nelson Lopes, 63, que a trabalho levou Zezé Polessa para uma gravação externa da Globo e pouco depois acabou passando mal e faleceu, a atriz será investigada em um inquérito por suspeita de crime contra o Estatuto do Idoso.

A promotora de Justiça do Rio, Christiane Monnerat, determinou que a polícia investigue a conduta da artista nesta situação. Comenta-se que ela tenha destratado o funcionário, que errou o trajeto.

A investigação é alheia à vontade da família.

Zezé Polessa pode se encaixar no artigo 96 do Estatuto do Idoso, que trata de humilhação, menosprezo e discriminação, com reclusão de seis meses a um ano e multa. Já caso seja provado que a atriz tinha conhecimento da saúde do motorista, ela pode ser indiciada por homícidio culposo.

O NaTelinha conversou com a assessora de imprensa da atriz, Fernanda Lacombe, mas ela ainda não conseguiu falar com Zezé sobre o caso, pois ela está em estúdio gravando a novela "Salve Jorge".

Na trama da Globo, ela vive a turca Berna, que está sofrendo com a pressão do marido, Mustafá (Antonio Calloni), que quer esclarecer os detalhes da adoção de sua filha, Aisha (Dani Moreno).

Caso haja uma posição oficial sobre a notícia da investigação, a reportagem será complementada.

Entenda o caso:

Na última segunda-feira (14), segundo informações do jornal "O Dia", Zezé Polessa foi levada pelo motorista para uma gravação externa, mas errou o caminho. Ao invés de ir para a Barra da Tijuca, foi parar no Recreio dos Bandeirantes, bairros próximos do Rio de Janeiro.

O erro acabou deixando a atriz bastante irritada, que reclamou veementemente do motorista ao chegar no Projac. De acordo com a publicação, a atriz gritava para todos ouvirem que ela não queria mais ser conduzida por ele.

Com medo de ser demitido e ficar desempregado, o senhor de idade ficou nervoso, passou mal e, com dores no peito e falta de ar, foi levado para Hospital Municipal Lourenço Jorge. Lá, ele não resistiu e acabou falecendo.

Na tarde de terça (15), Zezé Polessa se pronunciou sobre o caso através de sua assessora de imprensa, Fernanda Lacombe, e não confirmou os insultos: "Conheci o Sr. Nelson há pouco mais de um mês e neste período ele me atendeu algumas poucas vezes, como ontem. Era um senhor extremamente educado e gentil. Quando soube de seu falecimento, fiquei muito triste. À família, toda minha solidariedade e carinho". Ela estaria inconformada com as acusações.

Após contatos do NaTelinha, a TV Globo também enviou um comunicado oficial sobre o acontecido e prestou solidariedade aos familiares do motorista.

"O sr. Nelson Lopes prestava serviços para a TV Globo através de uma empresa terceirizada. Há pouco mais de um mês na função de motorista, foi identificado como um profissional gentil e educado. A empresa terceirizada está acompanhando a família do motorista. À família do Sr. Nelson Lopes, prestamos toda nossa solidariedade neste momento tão difícil", disse a emissora na nota.

Fonte: UOL