4 de Julho derrota o River e fica com a última vaga; veja

4 de Julho derrota o River e fica com a última vaga; veja

Durante os 90 minutos, River e 4 de Julho fizeram um jogo relativamente parelho.

Ao derrotar o River na noite desta quinta-feira (14), no Estádio Lindo9lfo Monteiro, em Teresina, por 2 a 1, o 4 de Julho garantiu-se como quarto semifinalista do Campeonato Piauiense da 1ª Divisão, ao mesmo tempo em que decretou a eliminação de River e Piauí, que ainda viviam a expectativa de conseguir a última vaga para as semifinais da competição.

Durante os 90 minutos, River e 4 de Julho fizeram um jogo relativamente parelho, com cada time jogando dentro do que precisava para manter-se vivo na competição. O River buscava o gol a todo custo, pois somente a vitória lhe interessava. O 4 de Julho tentava cadenciar, sem muita pressa, uma vez que o empate lhe era bastante.

Neste tom, o River foi mais vezes ao ataque. Mas encontrou, na boa defesa do 4 de Julho, e, principalmente, no goleiro Robinho, obstáculos quase instransponíveis. O empate de 0 a 0, registrado no primeiro tempo, foi um resultado justo para o que os dois times apresentaram. Na fase final, a principal alteração é que a bola começou a balançar a rede.

E foi o 4 de Julho, através do artilheiro França, quem o fez primeiro, aproveitando passe de Danúbio. O cronômetro nem havia chegado a 2 minutos quando França marcou o seu 8° gol no campeonato. Precisando vencer, o River intensificou a ofensiva. Mas foi numa esperta cobrança de falta que terminou surgindo o gol tricolor.

Quando o árbitro assinalou falta em favor do River, aos 16 minutos, o goleiro Robinho voltou-se para a sua meta, a fim de formar a barreira. Quando virou-se para orientar seus jogadores, Rogério Manaus já havia cobrado a falta rapidamente e Crislan estava à sua frente. Só deu tempo sair para tentar fechar o ângulo, mas o chute de Crislan foi certeiro, no meio do gol: 1 a 1.

A virada tricolor poderia ter vindo aos 27 minutos, quando o árbitro Leonardo Marques viu toque do zagueiro colorado dentro da área. Na cobrança da penalidade máxima, o mesmo Rogério Manuas, que tão bem havia participado do gol de Crislan, chutou à meia altura, no canto esquerdo de Robinho, faciliando a excelente defesa do goleiro. Começava, ali, a definição da última vaga das semifinais.

Definição carimbada quando Joniel, aos 40 minutos, ficou frente a frente com Carlos Henrique e não perdeu a chance de decretar a vitória de sua equpe com o 2° gol. No minuto seguinte, torcedores do River dispararam rojões para dentro do campo, com o jogo ficando paralisado por cerca de 5 minutos. O reinício, praticamente, foi apenas uma mera formalidade. Final: 4 de Julho, classificado, 2, River, eliminado, 1.

FICHA TÉCNICA

RIVER 1x2 4 DE JULHO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - Fase Classificatória - 13ª rodada); Data: 14/6/2012 (quinta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Karol Vinícius Mendes Soares Martins.

Renda: R$ 2.790,00 com 329 pagantes (140 não pagantes).

Público total: 469 torcedores.

Gols: França 1, Crislan 16 e Joniel 40 do 2° tempo.

Obs.: Rogério Manaus perdeu um pênalti, aos 27 do 2°, chutando para Robinho defender.

River - Carlos Henrique; Adriano (Niel), Netinho, Laerson Alagoano e Marcelo (Jader); Nego Recife, Péricles, Rogério Manaus e Fábio Augusto; Crislan e Piva (Paulão). Técnico: Joaquim de Oliveira Lemos Júnior (Aníbal Lemos).

4 de Julho - Robinho; Wilsinho (Dacha), Pedrosa, Renan e Mica; Juninho, Binha, Manoelzinho e Cleitinho (Paulo Maranhão); França e Danúbio (Joniel). Técnico: Danilo Augusto "Baratinha".

Fonte: Sitedobuim